header top bar

section content

Aesa realiza operação hídrica em seis açudes para garantir abastecimento no Vale do Piancó

Entre os dias 22 e 30 deste mês, a vazão da água liberada por seis açudes será de 100 litros por segundo.

Por

21/07/2014 às 17h50

Cagepa interrompe abastecimento d’água

O Governo do Estado, por meio da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), inicia nesta terça-feira (22) uma operação hídrica para saturar o leito do Rio Piancó e garantir o abastecimento da população ribeirinha em seis municípios. Entre os dias 22 e 30 deste mês, a vazão da água liberada por seis açudes será de 100 litros por segundo.

A abertura das comportas vai acontecer nos reservatórios Poço Redondo, localizado na cidade Santana de Mangueira; Santa Inês, no município de mesmo nome; Vazante, em Diamante; Bruscas, em Curral Velho; Piranhas, em Ibiara; e Condado, em Conceição.

“Para garantir o melhor aproveitamento dessa água, estamos orientando irrigantes, pequenos agricultores e lideranças comunitárias na região do Vale do Piancó. Fizemos uma série de reuniões em diversas cidades e vamos oferecer um curso de capacitação para o uso racional de água na irrigação”, informou o presidente da Aesa, João Vicente Machado Sobrinho.

De acordo com o diretor de Gestão e Apoio Estratégico da Aesa, Chico Lopes, durante os encontros foi esclarecida a necessidade da retirada de todos os barramentos do rio Piancó, da limpeza do leito para facilitar a passagem da água, e da criação de um calendário com dias alternados para a irrigação.

“Também ressaltamos a proibição do uso de retroescavadeira para abertura de cacimbas no leito do rio e criamos um grupo de trabalho para impedir o desperdício. A equipe é formada por representantes da Agência Nacional das Águas, Aesa, Ministério Público da Paraíba, Polícia Militar e usuários de água das cidades de Santa Inês, Conceição, Itaporanga e Ibiara”, explicou.

Capacitação
A data de início do curso será anunciada na próxima semana. As aulas acontecerão aos sábados em todas as cidades envolvidas na operação hídrica. “Os pequenos irrigantes vão poder aprender as diferentes exigências de água para plantio, as características básicas da hidrologia e o melhor aproveitamento da água subterrânea. Também apresentaremos uma simulação de uso da água que temos hoje para que possamos atravessar o verão com tranquilidade”, disse o diretor de Acompanhamento e Controle da Aesa, Porfírio Catão Cartaxo Loureiro.

Da Secom

Tags:

Recomendado para você pelo google

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ex-ministro da Justiça afirma que Lula é inocente e defende anulação da sentença pelo STF

VÍDEO

Delegada da Mulher de Patos declara que aumento de feminicídios na região chama atenção pela crueldade

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

VÍDEO: Comitê Pró-HU do Sertão volta de Brasília otimista com possível aumento de recursos para a obra

123 DIAS

VÍDEO: Dra. Paula pede licença na Assembleia para cuidar da saúde; ela passará por duas cirurgias