header top bar

section content

Prefeitos sertanejos se reúnem para discutir crise

A AMASP (Associação dos Municípios do Alto Sertão Paraibano), vai reunir nesta sexta-feira (18) todos os prefeitos filiados à entidade para discutir alternativas para a grave crise financeira que afeta as gestões municipais. “Precisamos chamar a atenção de toda a sociedade paraibana para a gravidade dessa situação”, alertou o presidente da entidade, admitindo a possibilidade […]

Por

18/09/2009 às 00h24

A AMASP (Associação dos Municípios do Alto Sertão Paraibano), vai reunir nesta sexta-feira (18) todos os prefeitos filiados à entidade para discutir alternativas para a grave crise financeira que afeta as gestões municipais. “Precisamos chamar a atenção de toda a sociedade paraibana para a gravidade dessa situação”, alertou o presidente da entidade, admitindo a possibilidade de paralisação de um dia em todas as 15 prefeituras da região polarizada por Cajazeiras. 

Os prefeitos vivem um quadro de enormes dificuldades em virtude das quedas nos repasses do FPM (Fundo de Participação dos Municípios). Alguns municípios sertanejos já iniciaram uma serie de demissões de contratados para evitar possíveis atrasos de pagamento nas folhas de pessoal. 

A reunião está prevista para as 09 horas da manhã, na sede da própria entidade. 

O encontro também terá como finalidade a decisão dos membros da entidade quanto a possível criação da Universidade do Sertão, proposta que está sendo discutida pela sociedade civil organizada e por estudantes da UFCG. 

JOSELITO FEITOSA
Da Redação do Diário do Sertão

Tags:
NA TELA DA TV DIÁRIO

Diário Esportivo traz tudo sobre a 2ª rodada do Paraibano; Tático narra gol da vitória do Atlético

SE CUIDE!

VÍDEO: No Janeiro Branco, Diversidade em Foco promove uma ‘Conversa sobre suicídio e como evitá-lo?’

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”

"MERECIA MAIS"

VÍDEO: Comentarista critica falta de prestígio de Sousa com o Governo do Estado nas nomeações de cargos