header top bar

section content

Família lamenta morte de empresário Piranhense

A família do empresário Piranhense, radicado em Goiás, Francisco Ferreira Justino ainda chora a morte dele. O empresário que tinha 59 anos morreu em Brasília quando o veículo que dirigia pegou fogo e explodiu. O carro ficou totalmente destruído no acidente, que aconteceu por volta das 16h30 da quarta-feira (03/09/), numa estrada próxima ao estádio […]

Por

10/09/2009 às 08h04

A família do empresário Piranhense, radicado em Goiás, Francisco Ferreira Justino ainda chora a morte dele. O empresário que tinha 59 anos morreu em Brasília quando o veículo que dirigia pegou fogo e explodiu.

O carro ficou totalmente destruído no acidente, que aconteceu por volta das 16h30 da quarta-feira (03/09/), numa estrada próxima ao estádio do Bezerrão, na cidade satélite do Gama, no Distrito Federal.

Segundo informações, ele fumava no momento quando teria pedido ao filho, também empresário, Elvis Humberto Ferreira, 30, que limpasse o vidro do carro com um tipo de combustível que pode ter provocado o incêndio.

Elvis foi levado ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran), em Brasília, para procedimentos médicos e depois transferido para Hospital Regional do Gama e está em recuperação.

Francisco Justino era sócio-proprietário do Laticínios Manacá e Fosbom Nutrição Animal, empresas instaladas em Goiás há 42 anos.

Despedita
O empresário era bastante querido em Goiás. Na despedida (Foto), estavam o governador de Goiás, Alcides Rodrigues, o presidente da Indústria Química do Estado, Pedro Canedo, o deputado federal licenciado e secretário extraordinário de governo, Roberto Balestra, e o prefeito de Rianápolis, Eri de Castro e Silva.

Natural de São José de Piranhas ele deixou a cidade logo cedo e adotou a cidade de Rianápolis (GO), a 177 quilômetros de Goiânia, para morar. Segundo o sobrinho, Ananias Justino Jaime, Francisco escolheu a cidade, onde fica a matriz da empresa, há mais de 40 anos. “Ele veio criança para Goiás e tinha uma grande paixão por Rianápolis.

Francisco era filho do também piranhense já falecido, Renato Ferreira Justino e de “Chicola” como é mais conhecida. Segundo seu primo legítimo, Duílio Cavalcanti, Francisco era muito apegado à família que deixou em São em São José de Piranhas e há 3 meses ele visitou sua terra natal.

Alex Gonçalves
Redação do RADARSERTANEJO.COM

Tags:

Recomendado para você pelo google

ESPECIAL DE PÁSCOA

VÍDEO: TVDS exibe programa ‘Mensagem de Fé com Frei João Batista’ em especial de Semana Santa

FÉ E DEVOÇÃO

Sexta-feira Santa em Cajazeiras é marcada por várias celebrações religiosas e grande número de fiéis

SAÚDE

VÍDEO: Xeque Mate fala sobre a obesidade e médica endocrinologista tira dúvidas sobre a doença; Veja!

SEMANA SANTA PARA OS EVANGÉLICOS

VÍDEO: Pastor fala sobre significado da Páscoa para os protestantes: “É o sacrifício e a libertação”