header top bar

section content

Emissões de notas fiscais eletrônicas por indústrias e distribuidoras crescem 5,74% em junho

No acumulado do primeiro semestre, os números de emissões também encerraram de forma positiva.

Por Priscila Belmont

27/07/2017 às 17h14

Na Paraíba, entre indústrias e atacadistas, mais de 13,3 mil empresas estão credenciadas pela Secretaria de Estado da Receita para emissão de NF-e.

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), um dos indicadores que aponta aquecimento da atividade econômica, registrou expansão de 5,74% em junho pelos segmentos de estabelecimentos emitidos por atacadistas/distribuidores e as indústrias na Paraíba. No último mês, segundo dados do Núcleo de Análise e Planejamento de Documentos Fiscais da Receita Estadual, a quantidade de NF-e atingiu 1,864 milhão, em junho de 2017, contra 1,763 milhão em junho de 2016.

No acumulado do primeiro semestre, os números de emissões também encerraram de forma positiva. De janeiro a junho, o volume de emissões de indústrias e distribuidoras atingiu 10,944 milhões, alta de 5,67% sobre o primeiro semestre do ano passado. A média mensal nos primeiros meses deste ano de NF-e ficou em 1,824 milhão acima do mesmo período de 2016 (1,724 milhão), indicando uma tendência de retomada de crescimento com impacto também na arrecadação do ICMS.

O balanço de emissões nos seis primeiros meses registrou picos nos meses de março (1,985 milhão) e de maio (1,954 milhão) de emissões de NF-e pelos estabelecimentos. Dezembro de 2016 continua sendo a maior emissão da série histórica de dezembro de NF-e.
Na Paraíba, entre indústrias e atacadistas, mais de 13,3 mil empresas estão credenciadas pela Secretaria de Estado da Receita para emissão de NF-e.

Secom

OS CIRENEUS DO CAMINHO

VÍDEO: Programa Mensagem de Esperança reflete sobre imunização espiritual e como lidar com adversários

'MENSAGEM DE FÉ'

VÍDEO: Padre apresenta programa especial na TV sobre a tradicional Festa de Dom Bosco em Cajazeiras

'OPINIÃO DO CIDADÃO'

VÍDEO: Em Cajazeiras, presidente da OAB-PB diz ser contra posse de arma: “Índices de mortes aumentam”

PROPRIEDADES EMBARGADAS

VÍDEO: Impedidos de plantar, agricultores de Cajazeiras acusam IBAMA de excessos na aplicação de multas