header top bar

section content

VÍDEO: Advogado explica se pais que ficaram desempregados na pandemia podem deixar de pagar pensão

No programa Olho Vivo, Dr. Hamilton Leal tirou dúvidas a respeito do Direito de Família

Por Jocivan Pinheiro

18/08/2021 às 15h46 • atualizado em 18/08/2021 às 15h49

O convidado do programa Olho Vivo de terça-feira (17) foi o advogado e professor universitário especialista em Direito de Família, Dr. Hamilton Leal, que atua no estado de São Paulo. Por vídeo, Dr. Hamilton tirou uma série de dúvidas a respeito dessa área do Direito que é fundamental para promover harmonia e justiça no seio familiar.

No caso da guarda compartilhada, ele explica que a Justiça determina a residência fixa da criança. Se ela ficar com a mãe, o pai deve pagar pensão.

“Se a residência da criança for fixada junto à mãe, o pai naturalmente vai ter que pagar a pensão alimentícia. A guarda compartilhada não interfere na obrigação de pagar pensão alimentícia”, disse o advogado.

VEJA TAMBÉM

Renomado advogado esclarece dúvidas jurídicas sobre os impactos da pandemia na separação familiar

Aqueles que ficaram desempregados durante a pandemia não devem deixar de pagar a pensão, mas podem negociar com a mãe a redução do valor ou até mesmo a suspensão momentânea.

“Se é o pai que está pagando a pensão e ficou desempregado, tente negociar com a mãe uma redução ou até a suspensão por um período. O que não deve jamais fazer é simplesmente deixar de pagar”, alertou Dr. Hamilton.

PORTAL DIÁRIO

TRAGÉDIA

VÍDEO: Chefe do DER de Cajazeiras conta detalhes do acidente na PB 400 e reconhece falhas de motorista

REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO

VÍDEO: Colégio Nossa Senhora do Carmo implantará Sistema Farias Brito a partir de 2022 em Cajazeiras

CIDADE EDUCADORA

VÍDEO: Além do 14º salário, prefeito de Monte Horebe anuncia bolsas de até R$ 6 mil para os professores

NA BR 230

VÍDEO EXCLUSIVO: Homem fica gravemente ferido após colisão com carro em rodovia da região de Pombal

Recomendado pelo Google: