header top bar

section content

Quantidade de estudantes de CZ é maior que as populações de 204 cidades da PB – VEJA!

A 'terra do Padre Rolim' se tornou um dos principais polos estudantis do Nordeste e atrai estudantes de todo o Brasil

Por Jocivan Pinheiro

23/08/2016 às 16h24 • atualizado em 23/08/2016 às 16h29

Panorâmica de parte do Centro de Cajazeiras (Igreja Catedral no destaque)

Panorâmica de parte do Centro de Cajazeiras (Igreja Catedral no destaque)

A missão educacional protagonizada pelo Padre Inácio de Sousa Rolim no Alto Sertão paraibano durante a formação de Cajazeiras – e posteriormente alcançando outros rincões do Nordeste – fez com que o município ficasse conhecido como a ‘terra que ensinou a Paraíba a ler’. Mais de um século depois, Cajazeiras continua fazendo jus ao título, pois se tornou um dos principais polos estudantis da região, abrindo novos cursos quase que anualmente e atraindo estudantes de todo o Brasil.

Alguns historiadores afirmam que o curso mais antigo da Paraíba foi fundado em Cajazeiras. Trata-se do curso de formação de professores para o ensino primário, conhecido como “Normalista”, que teria sido fundado em 1918 no Colégio Nossa Senhora de Lourdes. A primeira turma teria colado grau em 1922. Daí em diante, a cidade não parou de abrir novos cursos.

VEJA TAMBÉM

» ‘Terra que ensinou a Paraíba a ler’ completa 153 anos; Globo faz homenagem

» Cajazeiras completa 153 e orgulha seus filhos; Grupo Diário do Sertão parabeniza a cidade

Em seguida veio a fundação da Escola Técnica de Comércio, em 1951, com o curso de Contabilidade. Em 1975. quando já existia a FAFIC (Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cajazeiras), o Monsenhor Luís Gualberto de Andrade implantou o curso Técnico em Enfermagem na faculdade e no Colégio Diocesano.

Neste mesmo ano foi inaugurada a Escola Polivalente Cristiano Cartaxo, que hoje conta também com cursos de iniciação ao trabalho como Técnico em Administração, em Comércio, Informática, e em Secretariado. Já em 1979, foi criada a Escola Técnica de Saúde.

Na década de 80 foi inaugurada a então Escola Técnica Federal (hoje IFPB), com os cursos de Edificações e Eletromecânica (subsequentes); Edificações, Eletromecânica e Informática (técnicos integrados); Desenho de Construção Civil e Meio Ambiente (Proeja); Secretário Escolar e Segurança do Trabalho (ensino à distância).

Hoje, a rede de ensino privada é a que mais cresce em Cajazeiras. São pelo menos três faculdades particulares bem avaliadas pelo MEC com uma grande diversidade de cursos, além das escolas de níveis infantil, fundamental e médio. Traduzindo tudo isso em números, Cajazeiras tem 26.934 estudantes atualmente, que estão distribuídos da seguinte forma:

Centro de Formação de Professores (CFP) da UFCG: 2.103

Instituto Federal da Paraíba (IFPB): 1.406

FAFIC (Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cajazeiras): 1.114

Faculdade São Francisco: 1.615

Faculdade Santa Maria: 5.300

Rede estadual: 6.620

Rede municipal: 5.555

Colégio Nossa Senhora de Lourdes: 1.084

Colégio Masters Gold: 300

Escola Vitória Régia: 600

Colégio Nossa Senhora do Carmo: 750

Colégio e Curso Definição: 420

Escola Josué Roberto: 67

DIÁRIO DO SERTÃO, com dados das secretarias dos respectivos estabelecimentos de ensino

CAMPEONATO PARAIBANO 2019

Ele vem aí! Sousa Esporte Clube apresenta novo time e garante lutar com raça pelo título do Paraibano

DESTAQUE INTERNACIONAL

VÍDEO: Em Cajazeiras, palestrante filho de paraibanos fala das suas experiências no Brasil e no exterior

"AQUI NESSA MESA DE BAR"

VÍDEO: Homenagem a garçons de Cajazeiras no programa Xeque-Mate tem música, drinks e boas histórias

SAÚDE E BEM-ESTAR

VÍDEO: Sangramento nas regiões do reto e do ânus pode ser sinal de doença grave, avisa médico