header top bar

section content

FAFIC realiza Mutirão de Execuções Fiscais em Cajazeiras: ‘Ganham alunos, judiciário e comunidade’

A juíza Adriana Lins considerou fundamental o mutirão realizado em Cajazeiras.

Por

07/10/2014 às 16h04

Fafic realiza Mutirão em Cajazeiras. Veja!

Está sendo realizado no Núcleo de Práticas Jurídicas da Fafic em Cajazeiras, o mutirão de execuções fiscais com o objetivo de conceder direitos e fazer os cidadãos conhecerem seus deveres com relação aos tributos da edilidade municipal. O mutirão é uma parceria da Justiça, Prefeitura de Cajazeiras e Fafic.

A juíza Adriana Lins considerou fundamental o mutirão realizado em Cajazeiras. “É um dos mecanismos usados para desafogar o judiciário e resolver os litígios. Auxilia a justiça ao mesmo tempo que instrui alunos”.

O mutirão será realizado até a próxima quinta-feira (09). O município oferece vários descontos e é uma forma do indivíduo se livrar do débito. “Vindo até aqui você não é obrigado a pagar. Mas, é importante conhecer os descontos”, disse.

A juíza Silse Nóbrega disse que alguns comerciantes que estão devendo a Fazenda Municipal foram convidados a participar do mutirão. 

A advogada Geralda Queiroga que faz parte da Procuradoria Geral do município disse que, a Prefeitura está beneficiando a população que tem débitos com o município. 

O padre Janilson Rolim, coordenador na Fafic afirmou que a faculdade favorece o desenvolvimento intelectual de seus alunos, contribuindo com a comunidade. “Todos ganham: alunos, judiciário e comunidade”.

Veja Vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

DINHEIRO NO BOLSO

VÍDEO: Show e Prêmios Alô da Sorte realiza mais um sorteio mensal da rodada extra; Saiba quem ganhou

PROFESSORES CONTRATADOS

VÍDEO: Após pressão de vereador, prefeitura de Cajazeiras confirma pagamento de salários atrasados

VIOLÊNCIA SEM PARAR

VÍDEO: Jovem é morto com vários tiros e mulher fica ferida após ser vítima de bala perdida em Cajazeiras

TRAGÉDIA

VÍDEO: Comandante da PM lamenta morte de vereador e diz que assassinos são conhecidos no crime