header top bar

string(11) "show-diario"

section content

29 alimentos do dia-a-dia que são perigosos e podem até matar. Confira a lista!

Pode ficar surpreendido ao saber que alguns das suas iguarias favoritas são extremamente perigosas

Por Notícias ao Minuto

18/07/2018 às 09h15

Alimentos perigosos que podem levar a morte se consumidos de forma errada

Existem determinados alimentos que, por mais inofensivos que possam parecer, podem causar danos fatais quando ingeridos. Saiba que determinados alimentos mal cozidos ou certas frutas não maduras podem mesmo levar à morte.

Talvez fique surpreendido, mas a verdade é que alguns dos seus alimentos favoritos podem causar-lhe problemas de saúde, quando não consumidos de forma correta.

Conheça mais sobre os perigos que rodeiam estes alimentos:

Batata – Tenha atenção caso encontre algumas marcas verdes nas batatas. Isso pode ser um sinal de que a batata está produzindo uma toxina conhecida como solanina, que pode ser muito prejudicial ou até mortal, caso seja ingerida em demasia.

Noz-moscada – Ingerir uma grande quantidade desta especiaria pode levar a uma condição denominada por psicose da noz-moscada, que pode levar à morte.

Marshmallows – O conhecido desafio ‘Chubby Bunny’, onde se coloca o maior número possível de marshmallows no interior da boca, pode levar à asfixia e à consequente morte.

Ruibarbo – Os caules desta planta são seguros, no entanto as folhas são extremamente perigosas. Estas contêm ácido oxálico, que pode ser fatal quando ingerido em excesso.

Peixe-balão – Considerado uma iguaria no Japão, este peixe é extremamente venenoso. O The Guardian afirma que ele é 10 mil vezes mais venenoso do que o cianeto. Os chefs que preparam esta iguaria têm de ter uma licença específica para fazer.

Margarina – Um estudo canadense, elaborado pela Universidade McMaster, descobriu que a margarina aumenta o nível de mortalidade em 34%.

Brotos de feijão mungo – São geralmente usados em saladas e são extremamente perigosos, um terreno fértil para bactérias, como a E.coli, a salmonella e a listeria.

Frango – Cozinhar bem esta carne é extremamente importante. Depois de cozinhá-la, ela não deve ter qualquer ponto com cor-de-rosa. Quando mal cozinda, pode conter salmonella, que pode levar à morte.

Pimenta do tipo Bhut Jolokia – Esta pimenta, que é 400 vezes mais picante do que o Tabasco, é tão forte que pode causar tonturas e até mesmo provocar um ataque cardíaco.

Atum – O consumo de atum em excesso pode levar ao envenenamento por mercúrio, por isso tenha em atenção a quantidade que consome.

Bacon – O bacon e outras carnes processadas estão ligadas ao câncer.

Cerejas – O caroço da cereja contem cianeto, que pode ser fatal.

Mandioca – Está presente em vários pratos da América Latina. No entanto, quando não é preparada da forma correta, pode conter cianeto, que pode levar à morte.

Leite – Há quem goste de beber leite diretamente da vaca. Esta prática pode trazer alguns riscos, uma vez que o leite não pasteurizado pode levar a infeções mortais, como a E. coli e a listeria.

Mel – Quando não é pasteurizado, o mel pode conter toxina butolínica, venenosa, que pode ser mortal.

Frutos do mar – Existem muitas pessoas que são alérgicas a frutos do mar. Esta alergia pode ser fatal.

Cogumelos – Os cogumelos são um ingrediente comum em sopas e outros pratos, no entanto, alguns cogumelos selvagens podem ser muito venenosos.

Amêndoas – As amêndoas precisam passar por um processo rigoroso para poderem ser consumidas de forma seguram pois o cianeto presente no estado cru das amêndoas poderia levar à morte.

Óleo de rícino – Este óleo deriva das sementes da planta Ricinus communis, que contém um alto nível de toxinas.

Canela – O desafio da canela, que consistia em engolir uma colher cheia da especiaria, foi uma verdadeira febre na Internet. No entanto, a execução deste desafio pode trazer dificuldades na respiração, podendo causar asfixia ou mesmo o colapso dos pulmões.

Feijão vermelho – Quando está cru, este feijão contém phytohaemagglutinin . Esta substância pode causar doenças a quem a ingere.

Cachorro-quente – Esta iguaria é uma das maiores causas de asfixia entre as crianças com menos de 10 anos.

Amendoins – Também causa muitas alergias, podendo levar à anafilaxia, causando dificuldade em respirar, provocando o choque e também a perda de consciência.

Ovos – Tenha a certeza de que cozinha bem os ovos, uma vez que quando estão crus podem conter salmonella.

Favas – Estes legumes devem ser bem cozidos, uma vez que quando estão crus contêm linamarina, que transforma-se em cianeto depois de consumida.

Tomates – É perfeitamente seguro ingerir tomates, no entanto tenha especial atenção aos pedúnculos e às folhas, uma vez que estes contêm venenos alcalinos. Mas para serem fatais, o consumo teria de ser exagerado.

Sannakji – Este tradicional prato coreano conta com um polvo que se mexe. É verdade que o animal está morto quando é servido, no entanto a atividade nervosa faz com que a criatura se mova. Quando consumido, as ventosas dos tentáculos poderão ficar presas na garganta, o que pode levar à asfixia.

Akee – Esta fruta, originária do Oeste de África, contém toxinas que podem levar à morte caso não esteja completamente madura quando consumida.

Pequi – Original do Brasil, esta fruta contém espinhos internos cortantes que podem ficar alojados na língua, nas gengivas e no céu da boca. Quando presos, estes podem ser extremamente dolorosos e de difícil remoção.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/lifestyle/623650/29-alimentos-do-dia-a-dia-que-podem-matar

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Diversidade em Foco com professor de Português destaca as variações da nossa língua

HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local