header top bar

section content

Tenente da PM que está no The Voice iniciou projeto com crianças após achar flautas no quartel

Cantora e tenente da Polícia Militar, Júlia Dantas coordena um projeto de música com crianças de três comunidades

Por G1

23/07/2018 às 08h05 • atualizado em 23/07/2018 às 08h22

Candidata do The Voice Brasil, a cearense tenente da PM do Ceará, Júlia Dantas, dá aulas de música para crianças carentes. (Foto: Arquivo pessoal)

Cearense candidata do The Voice Brasil, Júlia Dantas também é tenente da 2ª Companhia do 8º Batalhão de Polícia Militar do Ceará, onde coordena um projeto de música com crianças de três comunidades de Fortaleza.

Há dois anos, quando ingressou na polícia, a cantora se afastou das apresentações nos bares da cidade, mas ainda esperava trabalhar com a música. Um dia, ao procurar coletes à prova de bala no depósito do quartel onde atua, no Bairro Vicente Pinzon, em Fortaleza, encontrou cerca de 40 flautas guardadas em caixas. Foi assim que o projeto Acorde Arte começou.

A primeira turma foi montada há um ano. As aulas gratuitas de música são oferecidas a crianças a partir dos oito anos de idade e adolescentes, moradores do Vicente Pinzon, Mucuripe e comunidade do Titanzinho, no Cais do Porto; áreas atendidas pelo Batalhão.

“No quartel já temos aula de caratê. É uma forma de aproximar a polícia da comunidade”, diz a tenente.

Projeto Acorde Arte, da 2ª Cia do 8º Batalhão da PM dá aulas gratuitas de música a crianças. (Foto: Arquivo pessoal)

60 alunos envolvidos
Além das aulas de flauta, os cerca de 60 alunos também recebem aulas de violão, com instrumentos doados pelos próprios policiais envolvidos no projeto. Além de Júlia, dois professores trabalham na ação, o sargento Erenilton e o soldado Douglas.

As aulas de música ocorrem na praça do mirante de Fortaleza, no Morro Santa Terezinha, na sede do projeto Na Paz, no Bairro Vicente Pinzón, e no quartel. Para participar, as crianças precisam estar matriculadas na escola regular, e fazer as aulas de música no contraturno escolar.

“Sempre me imaginei me colocando num projeto como esse. E sinto que vai crescer e vai atender mais crianças”, se orgulha.
Depois de passar pela audição às cegas, primeira seletiva apresentada no The Voice Brasil, na terça-feira (17), a história da cearense e o trabalho com as crianças chamou atenção de outras pessoas pelo país. Ela conta que os alunos têm sido requisitados para se apresentar em escolas, e que institutos já a procuraram para seguir o projeto como modelo.

“Quero que eles sintam mais vontade e mais orgulho. Eles estão felizes em participar, estão se sentindo importantes… quando eles se apresentam, muita gente se emociona”, comenta.

Júlia se diz realizada profissionalmente e, com a música, espera ter mais um canal de toca com as pessoas.

“Me emociona muito poder cantar, é minha paixão. Espero dentro do programa passar emoção pra quem tá ouvindo, tocar o coração de quem tá ouvindo, a música é emocionar. Se eu puder fazer isso, já foi sucesso, já valeu.”

Fonte: https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2018/07/21/cearense-no-the-voice-iniciou-projeto-com-criancas-apos-achar-flautas-no-quartel.ghtml

VÍDEO: Psicologia no Ar recebe diretores e psicóloga de organização que promove cidadania em Cajazeiras

NOVIDADES

Xeque-Mate visita lançamento do novo plano da Eletrosorte, que firmou parceria com gigante dos seguros

FUTEBOL DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Dirigentes e ex-jogadores relembram histórias marcantes do Duque de Caxias, que completou 50 anos

VÍDEO: Programa de rádio que é sucesso na região de Campina fecha parceria com emissora de Cajazeiras