header top bar

section content

Bruna Marquezine, Neymar e a ex comemoram aniversário antecipado de Davi Lucca

Na internet, os convidados fizeram questão de compartilhar vários cliques e vídeos do casal, além do aniversariante

Por Quem

23/07/2018 às 10h17

Neymar, Davi Lucca e Bruna Marquezine (Foto: Reprodução Instagram)

Neymar e Carol Dantas comemoraram neste domingo (22) o aniversário do filho, Davi Lucca, com uma festa no Instituto Neymar Jr., em Santos, São Paulo. Apesar do menino só completar 7 anos no dia 24 de agosto, a festinha foi antecipada e contou com Bruna Marquezine, que posou ao lado do jogador e vários convidados, inclusive um bebezinho, e da irmã do craque, Rafaella Santos. Vinícius Martinez, namorado de Carol, e o promoter David Brazil também estiveram no local.

Louco por futebol, Davi Lucca, que acompanhou o pai e a seleção na Copa do Mundo da Rússia, ganhou uma festa cujo tema foi exatamente esse. A decoração tinha as cores da bandeira do Brasil, com direito a muitas bolas, assim como o bolo de quatro andares, com a palavra “gol” escrita em uma das camadas. O garotinho usava o segundo uniforme do time canarinho – o azul – com chuteiras e cantou parabéns entre os pais.

Bruna e Neymar se divertiram a valer na festa. O casal brincou com hastes de borracha, em uma “luta” improvisada muito comum em festinhas infantis. Na internet, os convidados fizeram questão de compartilhar vários cliques e vídeos do casal, além do aniversariante e da hora do parabéns.

Fonte: https://revistaquem.globo.com/QUEM-News/noticia/2018/07/bruna-marquezine-neymar-e-carol-dantas-comemoram-aniversario-antecipado-de-davi-lucca.html

SHOW AO VIVO

VÍDEO: Banda da cidade de Baixio, no Ceará, agita o programa Balanço Diário com sucessos do forró

PROGRAMA PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Professora e alunos falam sobre a importância da campanha Setembro Amarelo para prevenir suicídio

SETEMBRO AMARELO

VÍDEO: Médico psiquiatra e padre de Cajazeiras debatem sobre causas, efeitos e prevenção ao suicídio

ENTREVISTA

VÍDEO: Pastor declara que católicos e evangélicos do Brasil devem se unir contra partidos de esquerda