header top bar

string(11) "show-diario"

section content

Sedentarismo, falta de atividades físicas afetam o desempenho sexual: conheça exercícios pra combatê-los

Estar saudável afeta diretamente o desempenho na cama; conheça alguns exercícios simples para fazer em casa e melhorar sua performance

Por IG

14/10/2018 às 09h19 • atualizado em 14/10/2018 às 09h20

No livro “Performance Sexual - O Poder do Sexo, como fazer amor e surpreender”, o autor Carlos Kadosh explica a importância de cuidar da saúde para manter e potencializar a energia sexual, afirmando que dar prioridade para exercícios que trabalhem a região pélvica, coxas e pernas são ideais para melhorar o desempenho na cama, visto que eles conferem mais flexibilidade e facilitam os movimentos e posições sexuais. Estar com a coluna saudável, por exemplo, é muito importante. Cuidar da postura e evitar lesões no local, praticando alongamentos e evitando carregar peso em excesso devem ser regras. “A energia sexual percorre a região da coluna quando estamos excitados. Portanto, mantê-la saudável poderá preservar ou até aumentar o potencial orgástico e prazer ”, argumenta Carlos. Dormir bem é outro fator crucial. Perder noites de sono e dormir pouco afeta diretamente na disposição para transar, atrapalhando a performance. No caso dos homens, a falta de sono ou uma noite mal dormida resultam numa ereção que não consegue se manter por muito tempo e ejaculação precoce. Leia também: 7 dicas que podem te ajudar a prolongar o tempo da relação sexual Assim, estar ativo é o essencial. Ir com frequência à academia ou fazer aulas de dança, yoga ou mesmo pilates já é excelente, o mais importante é estar ativo. O sedentarismo pode prejudicar sua vida sexual diminuindo a libido e a capacidade de se manter excitada e com disposição para transar. Praticar meditação também é ótimo para “revitalizar o organismo e aumentar o desejo sexual”, assim como estimular a circulação sanguínea com caminhadas e banhos rápidos que alternem água morna e fria. Existem, entretanto, exercícios simples, porém específicos, para tonificar sua performance que você pode fazer em casa para se preparar para o sexo. Dançar Dançar pode ser uma boa maneira de se preparar para o sexo, pois trabalha a região pélvica shutterstock Dançar pode ser uma boa maneira de se preparar para o sexo, pois trabalha a região pélvica “Uma ótima ideia antes de fazer amor é preparar-se antes do encontro dançando livremente por alguns minutos para estimular a circulação da região pélvica. Dê preferência para ritmos alegres e descontraídos como samba, forró e latinos”, sugere Carlos. Você ainda pode dançar sensualmente com seu parceiro para introduzir as preliminares. Segundo o livro, a dança melhora a flexibilidade de todo o corpo, mas principalmente das pernas, coxas e pélvis. Pompoarismo: a musculação do sexo Pompoarismo é uma técnica milenar de exercícios simples e rápidos que você pode fazer todos os dias, cujo objetivo é melhor e tonificar os genitais. Ao estimular a circulação sanguínea, a atividade, que funciona como uma espécie de musculação, também aumenta a potência dos orgasmos e o desejo sexual. Para praticar, tente contrarir com concentração e vigor os músculos da vagina de seis a oito vezes ao dia entre três e cinco minutos de uma vez. Isso pode ser feito enquanto estiver deitada, sentada ou mesmo em conjunto com outras atividades físicas. Alongamentos Exercícios que trabalhem a região da pélvis, coxas e pernas auxiliam na flexibilidade durante o ato shutterstock Exercícios que trabalhem a região da pélvis, coxas e pernas auxiliam na flexibilidade durante o ato Incorporar alongamentos ao dia a dia auxiliam no desenvolvimento da flexibilidade e contribuem para realizar com mais facilidade diferentes posições sexuais. “Procure alongar a coluna e, em seguida, comece a fazer movimentos pélvicos. Solte os quadris e faça movimentos circulares variados, começando no sentido horário e repetindo no sentido anti-horário”, recomenda Carlos, aconselhando ainda ouvir músicas relaxantes enquanto isso. Tente mexer a pélvis em sentido ascendente fazendo movimentos de baixo para cima. Depois, deitada, coloque as mãos na cintura ou no chão do seu lado, apoie os pés no chão e projete o quadril em sentido ascendente. Você pode repetir essas etapas algumas vezes. Exercite os músculos da face Comer frutas em seu estado natural, sem picá-las, ajuda a fortalecer os músculos da face - super importante na hora de fazer aquele oral caprichado. Coma maçãs e chupe laranjas com frequência para tonificar as bochechas e a língua. Leia também: Confira 8 posições sexuais para iniciantes que não são tão básicas E Carlos ressalta, apesar dos exercícios específicos, “no sexo usamos muitos músculos além dos que possuímos na região pélvica. Se você quer mesmo melhorar o desempenho na cama, é bom fortalecer todos os músculos do corpo. E lembre-se sempre que, se um músculo não é usado, ficará flácido”.

Não é segredo que estar saudável e ativo melhora o desempenho sexual, mas existem alguns exercícios e atividades específicas que podem contribuir diretamente para um sexo mais gostoso.

No livro “Performance Sexual – O Poder do Sexo, como fazer amor e surpreender”, o autor Carlos Kadosh explica a importância de cuidar da saúde para manter e potencializar a energia sexual, afirmando que dar prioridade para exercícios que trabalhem a região pélvica, coxas e pernas são ideais para melhorar o desempenho na cama, visto que eles conferem mais flexibilidade e facilitam os movimentos e posições sexuais.

Estar com a coluna saudável, por exemplo, é muito importante. Cuidar da postura e evitar lesões no local, praticando alongamentos e evitando carregar peso em excesso devem ser regras. “A energia sexual percorre a região da coluna quando estamos excitados. Portanto, mantê-la saudável poderá preservar ou até aumentar o potencial orgástico e prazer ”, argumenta Carlos.

Dormir bem é outro fator crucial. Perder noites de sono e dormir pouco afeta diretamente na disposição para transar, atrapalhando a performance. No caso dos homens, a falta de sono ou uma noite mal dormida resultam numa ereção que não consegue se manter por muito tempo e ejaculação precoce.

Assim, estar ativo é o essencial. Ir com frequência à academia ou fazer aulas de dança, yoga ou mesmo pilates já é excelente, o mais importante é estar ativo. O sedentarismo pode prejudicar sua vida sexual diminuindo a libido e a capacidade de se manter excitada e com disposição para transar.

Praticar meditação também é ótimo para “revitalizar o organismo e aumentar o desejo sexual”, assim como estimular a circulação sanguínea com caminhadas e banhos rápidos que alternem água morna e fria.

Existem, entretanto, exercícios simples, porém específicos, para tonificar sua performance que você pode fazer em casa para se preparar para o sexo.

Dançar
Dançar pode ser uma boa maneira de se preparar para o sexo, pois trabalha a região pélvica

“Uma ótima ideia antes de fazer amor é preparar-se antes do encontro dançando livremente por alguns minutos para estimular a circulação da região pélvica. Dê preferência para ritmos alegres e descontraídos como samba, forró e latinos”, sugere Carlos.

Você ainda pode dançar sensualmente com seu parceiro para introduzir as preliminares. Segundo o livro, a dança melhora a flexibilidade de todo o corpo, mas principalmente das pernas, coxas e pélvis.

Pompoarismo: a musculação do sexo
Pompoarismo é uma técnica milenar de exercícios simples e rápidos que você pode fazer todos os dias, cujo objetivo é melhor e tonificar os genitais. Ao estimular a circulação sanguínea, a atividade, que funciona como uma espécie de musculação, também aumenta a potência dos orgasmos e o desejo sexual.

Para praticar, tente contrair com concentração e vigor os músculos da vagina de seis a oito vezes ao dia entre três e cinco minutos de uma vez. Isso pode ser feito enquanto estiver deitada, sentada ou mesmo em conjunto com outras atividades físicas.

Alongamentos
Exercícios que trabalhem a região da pélvis, coxas e pernas auxiliam na flexibilidade durante o ato

Incorporar alongamentos ao dia a dia auxiliam no desenvolvimento da flexibilidade e contribuem para realizar com mais facilidade diferentes posições sexuais. “Procure alongar a coluna e, em seguida, comece a fazer movimentos pélvicos. Solte os quadris e faça movimentos circulares variados, começando no sentido horário e repetindo no sentido anti-horário”, recomenda Carlos, aconselhando ainda ouvir músicas relaxantes enquanto isso.

Tente mexer a pélvis em sentido ascendente fazendo movimentos de baixo para cima. Depois, deitada, coloque as mãos na cintura ou no chão do seu lado, apoie os pés no chão e projete o quadril em sentido ascendente. Você pode repetir essas etapas algumas vezes.

Exercite os músculos da face
Comer frutas em seu estado natural, sem picá-las, ajuda a fortalecer os músculos da face – super importante na hora de fazer aquele oral caprichado. Coma maçãs e chupe laranjas com frequência para tonificar as bochechas e a língua.

E Carlos ressalta, apesar dos exercícios específicos, “no sexo usamos muitos músculos além dos que possuímos na região pélvica. Se você quer mesmo melhorar o desempenho na cama, é bom fortalecer todos os músculos do corpo. E lembre-se sempre que, se um músculo não é usado, ficará flácido”.

Fonte: https://delas.ig.com.br/amoresexo/2018-04-12/desempenho-sexual-saude.html

BLACK FIADO

VÍDEO: Conheça a versão mais popular da Black Friday que agita o comércio de Cajazeiras durante 30 dias

DESTAQUES DA SEMANA

VÍDEO: Repercussão da entrevista de José Aldemir encabeça as polêmicas do Direto ao Ponto desta terça

PROGRAMA DE MÚSICA

VÍDEO: Confira as novidades que vêm aí na nova temporada do Acústico Diário com cantor cajazeirense

VÍDEO

Secretário responde a sindicato e diz que acusações contra prefeito de Cajazeiras podem parar na Justiça