header top bar

section content

Confira dicas de sexo para quem acha que está fora da idade ou vive com preguiça e cansaço

Falta de fôlego, disposição, dificuldade em realizar esforço físico ou mesmo mobilidade reduzida - não deixe que nada disso afete o sexo! Veja as dicas!

Por IG

23/11/2018 às 08h18

Confira as principais dicas de sexo para quem acha que a idade já bateu - por qualquer razão que seja

Dizem que a idade chega para todos, mas o que exatamente isso significa? Dores pelo corpo, falta de disposição, menos flexibilidade? Talvez um pouco de tudo isso, talvez nada, afinal, idade é apenas um número. Mas é verdade que envelhecer , com cada vez mais responsabilidades e menos tempo, pode afetar a vida sexual , então vale ficar de olho em algumas dicas de sexo para evitar que isso aconteça.

Cada um envelhece de um jeito, mas existem algumas dicas de sexo que podem ajudar nos mais diversos casos para que o ato continue sendo prazeroso, mas sem exigir muito esforço físico – seja para quem tem a mobilidade reduzida ou para quem já não tem mais a mesma disposição de antes.

Lembramos, contudo, que diminuições repentinas na disposição para fazer sexo ou na libido e dificuldades persistentes na mobilidade que antes não existiam ou tinham intensidade menor são questões que devem ser levadas a um profissional médico, pois podem apontar para problemas maiores.

A partir disso, as dicas de sexo a seguir estão divididas entre diferentes “dificuldades” que podem aparecer com o passar do tempo e são ideais para quem acha que a idade já bateu.

Dicas de sexo para quem tem pouca disposição
Não ter disposição para fazer sexo pode ser consequência de muitas coisas. Desde cansaço físico a estresse, não é algo necessariamente relacionado a envelhecer. E, dependendo da intensidade dessa falta de disposição, vale a pena buscar ajuda médica.

No entanto, se a falta de disposição for apenas aquela preguiça ou a vontade de transar sem precisar ser muito criativo, vale considerar as seguintes dicas de sexo para continuar aproveitando o sexo sem precisar de muito esforço:

Nas preliminares, permaneça deitada junto com seu parceiro e invistam no trabalho de mãos durante a penetração e as preliminares para que não precisem ficar se mexendo para lá e para cá;

Aposte em lubrificantes – sempre à base de água -, caso estejam sem tempo ou sem paciência para preliminares muito elaboradas, mas queiram muito chegar à penetração, para evitar possíveis desconfortos e até machucados;
Para não ter erro, na hora do “vamos ver”, atenha-se às posições sexuais “clássicas”: o papai e mamãe, de quatro ou cachorrinho e cavalgada, que são sempre prazerosas, porém simples de fazer;

Tente fazer sexo em momentos do dia em que você e seu parceiro estejam descansados e com tempo, evitando, por exemplo, o fim do dia, após o trabalho. Fins de semana e manhãs são bons momentos, pois permite ao casal se dedicar mais ao momento e um ao outro, mesmo que bata aquela preguiça.

Vale considerar, por fim, que a falta de disposição também pode ser resultado da rotina na cama, que pode fazer com que o sexo perca a graça. Assim, também vale buscar formas de reacender a chama na hora de pesquisar dicas de sexo.

Tente inovar de formas diferentes para tornar o sexo interessante novamente e fazer com que você e seu parceiro queiram de fato se dedicar a esse momento, seja vestindo uma lingerie sexy, testando posições sexuais novas ou mesmo fazer sexo num cômodo diferente da casa. Exercitar-se e ter uma alimentação baseada também são extremamente importantes, além de dormir adequadamente.

Dicas de sexo para quem não pode fazer muito esforço físico
Por razões diversas, reflexos da idade ou não, nem todos podem ou conseguem fazer muito esforço físico. Nesses casos, vale até tomar cuidado na hora do sexo para não se machucar nem se cansar em excesso.

Assim, veja as dicas de sexo do que pode ser feito caso você ou seu parceiro não possam realizar muito esforço físico:

Antes de tudo, é importante cada um conhecer os próprios limites. Tentar fazer demais para agradar o outro, enquanto pode ser um gesto carinhoso, também pode acabar com a brincadeira cedo demais;

Capriche nas preliminares. As preliminares não exigem quase nada de esforço físico e podem ser até mais importantes que o sexo em si, pois é o que fará com que o casal aproveite a penetração ao máximo, independentemente da posição que assumirem, já que estarão muito excitados;

Escolham a posição sexual correta. Se o seu parceiro for o que não pode se esforçar muito, dê preferência para poses em que você fica por cima e comanda tudo, ou vice-versa. Se ele for ficar por cima, opte por posições em que ele fica de pé, por exemplo, pois estas cansam menos do que as que exigem que ele fique deitado. Se é você quem não pode se esforçar, mas quer ficar por cima, evite poses em que tenha que ficar agachada, favorecendo aquelas em que fica de joelhos ou mesmo sentada.

Dicas de sexo para quem não tem muito fôlego
Às vezes, se tem vontade e nenhum problema com esforço físico (no sentido de fazer força), mas falta fôlego ou mesmo preparo físico para realizar posições sexuais mais elaboradas e permanecer no ato por mais tempo. Nesses casos, também é importante manter as coisas simples. Vejas as seguintes dicas de sexo:

As preliminares importam! De novo, aproveitem para realmente investir nas preliminares. Elas não envolvem nenhum esforço físico sobrenatural que deixarão o casal sem fôlego a ponto de não conseguir continuar;

Escolher posições simples também é essencial para que o sexo dure o máximo de tempo possível, ainda que você consigam fazer poses mais elaboradas. Afinal, elas não adiantam de nada se não for possível curti-las;

Por último se, por exemplo, seu parceiro é o que tem pouco fôlego, caso ele não aguente mais, mas você queira mais, você pode sugerir que ele faça um oral caprichado em você, ou vice-versa. Claro, é preciso haver vontade de quem for realizar o oral – não pode ser uma obrigação. Mas realizá-lo é uma forma de demonstrar atenção e indicar que se importa com o prazer do outro.

Dicas de sexo para quem tem a mobilidade reduzida
Por fim, existem aquelas pessoas que têm a mobilidade reduzida por alguma razão – seja uma deficiência , uma lesão ou mesmo por conta da idade. Como as possibilidades são muitas, vamos abordar apenas dificuldades de mobilidade provocadas por alguma limitação nas pernas ou coluna.

Lembrando que as preliminares estão liberadas para todos, pois sempre podem ser adaptadas para acomodar as dificuldades e preferências de cada um.

» Por limitações na coluna
Para quem tem problemas na coluna, em qualquer região que seja, o ideal é optar por posições em que esta não seja pressionada de nenhuma forma.

Se é a mulher quem tem a mobilidade reduzida nesse sentido, o casal pode buscar posições em que ela fique deitada e consiga apoiar a coluna por inteiro na cama – flexionando os joelhos e apoiando os pés na cama, ou elevando levemente as pernas. Posições em que tanto ela quanto o parceiro ficam sentados, ela no colo dele, também são ótimas nesse sentido.

Evite aquelas em que é preciso ficar de lado, pois isso costuma exigir girar o tronco de alguma forma, o que pode pressionar a coluna. Ficar “de quatro” também é contraindicado para elas.

Se é o homem que tem limitações na coluna, é ideal que ele fique por baixo da parceira, apoiando bem a coluna na cama. Também existem poses em que o homem fica sentado com as costas apoiadas na parede: desde que ele esteja de fato bem apoiado, estas também são uma boa opção.

Ele deve evitar poses em que precisa elevar o tronco usando os braços enquanto deixa as pernas apoiadas na cama, como o “papai e mamãe” tradicional. Ficar de pé também é uma boa alternativa: aproveite a pose clássica do “cachorrinho” em que ele pode ficar de pé na beirada da cama, enquanto ela fica de joelhos na cama.

» Por limitações nas pernas
Podem ocorrer limitações na movimentação das pernas por diversas razões, seja por uma amputação, uma paralisia, alguma má formação ou mesmo resultado de algum acidente, caso no qual a limitação pode ser temporária.

De qualquer forma, vale considerar as seguintes dicas de sexo:

Para quem tem algum tipo de paralisia: para casais em que um dos dois não consegue mover as pernas, o outro deve comandar o ato. Quem tem a mobilidade normal deve, primeiro, posicionar o parceiro ou parceira preferencialmente deitado e de forma confortável, para então assumir sua posição. Ficar de ladinho é sempre uma boa alternativa;

Para quem não pode mover uma das pernas: caso um dos dois não possa ou não consiga mover uma das pernas, vale ficar numa pose em que essa perna fique apoiada de alguma forma. Experimentem ficar deitados ou sentados, evitando posições sexuais em que é necessário equilíbrio ou força, como aquelas em que se deve ficar de pé ou agachado;

Para quem precisa ficar com uma das pernas ou as duas esticadas: neste caso, o melhor é ficar sentado ou deitado, também, e a outra pessoa, que não tem a mobilidade reduzida, deve assumir o comando.

Fonte: IG - https://delas.ig.com.br/amoresexo/2018-09-15/dicas-de-sexo-idade.html

VÍDEO

Músico dá show no Acústico Diário e anuncia novo CD de trabalho; ele contou sobre o início da carreira

57 ANOS

VÍDEO: Prefeito prepara obras para serem entregues no dia da cidade em Santa Helena e convida população

MAIS UMA ESPECIALIDADE

VÍDEO: Clínica de Cajazeiras conta agora com médico especialista em doenças do intestino, reto e ânus

EPISÓDIO 14

VÍDEO: Coisas de Cajazeiras mostra trajetória do ex-prefeito Chico Rolim e fala de segurança no trabalho