header top bar

section content

Pesquisa afirma que orgasmo feminino pode ajudar a engravidar, prevenir infecções, gripes e resfriados

Orgasmo feminino pode aumentar em até 15% a chance de gravidez; veja os detalhes do estudo e os principais benefícios do orgasmo para o bem-estar

Por IG

26/01/2019 às 08h02 • atualizado em 25/01/2019 às 19h07

A pesquisa afirma que orgasmos femininos durante o sexo aumentam em até 15% as chances de a mulher engravida (Foto: shutterstock)

Muitos temas da sexualidade ainda são pouco explorados, como o orgasmo feminino. No entanto, há uma série de motivos para valorizá-lo, desde os inúmeros benefícios para o bem-estar físico e mental da mulher até o fato de que ele ajuda quem está tentando engravidar. Então, se você quer saber como ficar grávida, apostar em relações mais intensas e prazerosas pode ser o segredo.

Um estudo recente da Universidade College Cork, da Irlanda, afirma que orgasmos femininos durante o sexo aumentam em até 15% as chances de a mulher engravidar. O responsável pela pesquisa sobre a natureza e a função do orgasmo feminino no processo é o professor de psicologia aplicada Robert King.

De acordo com ele ao site “Metro”, quando uma mulher chega ao ápice do prazer sexual, o esperma do homem é “sugado” para o ovário dominante, aumentando as chances de concepção.

King comenta que essa pesquisa representa o fim de uma lacuna no tema do prazer da mulher. “Quando comecei a pesquisar sobre o orgasmo feminino isso representava tipo um quebra-cabeça”, diz. O profissional também fala que o prazer da mulher não tinha muita importância nesse campo de estudo, como se os orgasmos sentidos por elas não tivessem função alguma, além de complementar o prazer masculino.

No entanto, o estudo do psicólogo veio para quebrar essa ideia tão comum na medicina e na psicologia . “Minha pesquisa se baseia em evidências crescentes de que o orgasmo feminino está intrinsecamente ligado à fertilidade”, fala.

Detalhes do estudo sobre orgasmo feminino
Para chegar à conclusão de que o orgasmo das mulheres ajuda na concepção, King estudou um grupo de seis mulheres com idade entre 26 e 52 anos de idade. O especialista pediu para que elas registrassem os orgasmos que tiverem ao usar um vibrador para se masturbar durante o período de um mês. O psicólogo pediu que elas usassem um lubrificante durante a masturbação para representar o sêmen. Assim, mediu quanto de líquido as mulheres retinham no útero quando tinham um orgasmo e quando não tinham.

De acordo com o especialista, quando as mulheres da pesquisa chegavam ao clímax da relação sexual, ela retinha até 15% mais do “sêmen” do que quando não tinha orgasmo. Nesse sentido, de acordo com Robert King, quanto mais espermatozoide é retido, maior a probabilidade de gravidez .

O médico suspeita que isso aconteça por conta da liberação do hormônio oxitocina durante o orgasmo feminino que, por sua vez, provoca um movimento peristáltico no útero que leva o esperma até o óvulo. “O orgasmo ajuda significativamente esse processo”, afirma.

Além de ser significamente importante para a concepção, o orgasmo feminino tem uma série de benefícios às mulheres. Ao “Metro”, Hana Visnova, especialista em fertilidade, ressalta como o orgasmo é importante para ajudar a mulher a engravidar. Porém, Hana levanta o ponto sob uma nova ótica. A especialista afirma que o orgasmo ajuda bastante no alívio do estresse, o que também tem relação com a concepção.

“Quando o seu corpo está estressado, ele entra no modo ‘luta ou fugir’, liberando hormônios como adrenalina e cortisol na corrente sanguínea. É como se eles dissessem ao corpo que há uma ameaça, portanto, agora não é um bom momento para engravidar”, explica. Nesse sentido, quanto mais relaxadas as mulheres estão, maior a chance de engravidar.

Hana alerta que muitos casais que tentam engravidar naturalmente podem acabar caindo em uma rotina quando o assunto é sexo, o que prejudica muito a experiência. De acordo com ela, isso pode levar a instabilidade emocional, problemas de relacionamento, tristeza, ansiedade e até distanciamento sexual. Para ela, é fundamental que os casais abandonem a ideia de “sexo com um objetivo” (no caso, engravidar), e foquem na experiência agradável de se relacionar com o outro.

A especialista quer dizer que quanto mais focado e concentrado o casal estiver na ideia de ter um filho, provavelmente isso vai diminuir as chances de uma gravidez. O segredo está em relaxar, priorizar o prazer e chegar ao orgasmo, tanto o homem quanto a mulher. São as relações prazerosas que aumentam a probabilidade de um filho ser concebido.

Benefícios do orgasmo feminino
Os benefícios do orgasmo não se restringem apenas a quem está planejando ter um filho. Na verdade, o prazer feminino pode contribuir significamente para o bem-estar físico e mental das mulheres. Em entrevista prévia ao Delas , a educadora sexual Clariana Leal fala que os benefícios vão desde o alívio de dores musculares até a melhora na aparência da pele e brilho natural do cabelo.

Esses benefícios são uma consequência dos hormônios liberados na corrente sanguínea. Entre eles, a endorfina (promove o bem-estar), a dopamina (promove o prazer) e a ocitocina (melhora o humor e diminui a ansiedade). Os hormônios que chegam até a corrente sanguínea por conta do orgasmo também combatem insônia e doenças crônicas, além de problemas relacionados ao desequilíbrio hormonal.

Além disso, um estudo realizado pela Universidade Queens, no Reino Unido, comprova que ao atingir o orgasmo os níveis de dehidroepiandrosterona e estradiol aumentam. O primeiro é responsável pela manutenção dos tecidos e da pele saudável, enquanto o segundo deixa a pele e o cabelo mais viçosos. Além disso, o brilho natural também aumenta, já que há uma vasodilatação dos vasos sanguíneos.

Por fim, mais um estudo apresenta outro benefício do orgasmo feminino . A pesquisa Wilkes University, dos Estados Unidos, aponta que uma vida sexual ativa pode aumentar os níveis do anticorpo IgA, conhecido por ser responsável pela proteção do organismo de infecções, resfriado e gripes.

Fonte: IG - https://delas.ig.com.br/filhos/2019-01-18/orgasmo-feminino-gravidez.html?utm_source=delas&utm_campaign=recomendadas&utm_medium=orgasmo-feminino-gravidez

Recomendado para você pelo google

POBREZA EXTREMA

VÍDEO: Desempregada, doente e grávida, mulher faz apelo por ajuda em Cajazeiras para não passar fome

ESTUDO INÉDITO

VÍDEO: Expedição da FSM vai explorar o Nordeste para resgatar saberes populares sobre plantas medicinais

"ONIX, ONIX, ONIX"

VÍDEO: Festa retrô com banda dos anos 90 resgata carnaval com blocos tradicionais de Cajazeiras

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Após fazerem as ‘pazes’, Jeová e Júnior vão dividir cargos na saúde com Estela, diz comentarista