header top bar

section content

11 dicas da maior escola de medicina do mundo para você melhorar a sua vida sexual

Com o passar do tempo, a capacidade de comunicação melhora e os tabus diminuem, o que pode ser uma grande vantagem na cama

Por Notícias ao Minuto

28/01/2019 às 09h15

Dicas elaborada pela Escola de Medicina da Universidade Harvard para melhorar o desempenho na hora H

O corpo muda à medida que envelhecemos e as transformações físicas também influenciam a sexualidade.

Com o passar do tempo, a capacidade de comunicação melhora e os tabus diminuem, o que pode ser uma grande vantagem na cama.

E independentemente da idade, é sempre possível ter uma vida sexual melhor.

A BBC News publicou uma lista com dicas facilmente aplicáveis, elaborada pela Escola de Medicina da Universidade Harvard:

1. Informe-se

Há muito material disponível sobre problemas sexuais. Procure o que mais se aproxima do seu perfil e garanta que você e o seu parceiro estão bem informados.

2. Dê tempo ao tempo

À medida que envelhecemos, os reflexos sexuais ficam mais lentos. Por isso, demoramos mais a chegar ao orgasmo. É mais fácil conseguir ‘chegar lá’ num ambiente confortável, tranquilo e sem interrupções.

3. Lubrifique-se

É comum que a transição para a menopausa seja acompanhada por secura vaginal, o que pode ser resolvido com gel lubrificante. Estes produtos são úteis para evitar relações sexuais doloridas, que podem resultar em problemas de libido e criar tensão entre casais.

4. Seja afetuoso

Ainda que os problemas na cama preocupem o casal e gerem tensão, abraços e beijos são essenciais para manter os vínculos emocionais e físicos.

5. Pratique o contato

Muitos terapeutas indicam técnicas de contato sensorial para recuperar a intimidade física sem sentir pressão. A ideia é que o casal toque um no outro enquanto cada um se concentra nas suas percepções e sensualidade.

6. Experimente diferentes posições sexuais

Aumentar o repertório de posições, além de tornar o sexo ser mais interessante, pode ajudar a superar alguns problemas. Certas posições tornam mais fácil que a mulher atinja o orgasmo.

7. Escreva as suas fantasias

Explore coisas que considere excitantes para si ou para a pessoa com quem está. Por exemplo, pense em situações que provoquem excitação e as descreva. Esse exercício é especialmente útil para casais com pouco desejo sexual.

8. Experimente fazer os exercícios de Kegel

Os exercícios de Kegel servem para fortalecer os músculos pélvicos e consistem em contrair os músculos que usamos quando tentamos segurar o xixi: mantê-los contraídos por dois ou três segundos e relaxá-los. Faça cinco séries de dez repetições por dia. Este exercício melhora a condição física e a vida sexual.

9. Relaxe

Faça algo que lhe acalme e lhe faça sentir bem antes de começar a relação sexual, como sair para jantar ou praticar exercícios de relaxamento, como os de respiração.

10. Vibradores

Os vibradores podem ajudar as mulheres a conhecerem-se melhor, podendo assim dizer à outra pessoa o que as agrada ou não.

11. Não se renda

Se mesmo tentando todos estes métodos a situação não melhorar, não entre em desespero. Procure o seu médico para que possa lhe ajudar ou vá a um terapeuta sexual capaz de identificar o que está privando de ter uma boa vida sexual.

Fonte: Notícias ao Minuto - https://www.noticiasaominuto.com.br/lifestyle/808095/11-dicas-de-harvard-para-melhorar-a-sua-vida-sexual

Recomendado para você pelo google

É GRAVE

VÍDEO! Moradores reclamam da falta de exames no laboratório municipal em Patos: “Não tem nem de sangue”

'QUEDA DE BRAÇO'

VÍDEO: Vice-presidente da OAB Nacional afirma que disputa entre advogados e juízes não gera ‘fissuras’

OUTUBRO ROSA

VÍDEO: Cajazeirense relata sua luta contra o câncer de mama e deixa mensagem de otimismo para mulheres

CRÍTICAS A BOLSONARO

VÍDEO: Professora cita problemas na UFCG e alerta para ‘desmonte criminoso das universidades públicas’