header top bar

section content

EXCLUSIVO: Mãe de Jandira fala dos últimos momentos com a filha antes do acidente que comoveu Cajazeiras

O tema do programa Xeque-Mate desta segunda-feira foi o julgamento do acusado da morte da adolescente Jandira Lordão, vítima de acidente de trânsito em 2008

Por Jocivan Pinheiro

09/10/2018 às 19h21

O tema do programa Xeque-Mate desta segunda-feira (08) foi o julgamento do acusado da morte da adolescente Jandira Lordão, 14 anos, vítima de acidente de trânsito em 2008, em Cajazeiras.

O vendedor ambulante Pedro Herculano Leite, 41 anos, foi condenado a 19 anos de prisão no dia 28 do mês passado. Diante do juiz, ele admitiu que havia ingerido bebida alcoólica no dia anterior e horas antes do acidente de trânsito que provou a morte de Jandira e feriu mais quatro pessoas.

Para falar cobre o caso, o programa recebeu o promotor público Lean Xerez e o advogado Edmundo Lacerda, que fizeram parte da equipe de acusação, e a mãe de Jandira, dona Maria Feliciana

VEJA MAIS: Acusado da morte de Jandira chora, pede perdão à família e implora para criar seus filhos

O promotor público e o advogado deram detalhes do julgamento, que foi um dos mais aguardados dos últimos anos em Cajazeiras, e também comentaram sobre as mudanças no Código de Trânsito brasileiro.

Acusado Pedro Herculano Leite no banco dos réus

A mãe de Jandira recordou os últimos momentos com a filha antes do acidente e como ela tem lidado com o caso até hoje.

O apresentador Fernando Antônio ressaltou que “a intenção do programa em trazer esse caso à tona é exatamente para que sirva de exemplo para tantas pessoas que misturam álcool e direção e terminam destruindo suas vidas e as vidas de outras pessoas”.

DIÁRIO DO SERTÃO

MÊS ESPECIAL

VÍDEO: Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Cajazeiras encerra festa neste sábado com mensagem de paz

ANTAGONISMO

Bolsonaro x Haddad: plano de privatização do ensino contra gestão que abriu 126 universidades, diz padre

VÍDEO & FOTOS

DIA DAS CRIANÇAS: Atividades e festa resgatam o prazer de brincar em alunos de escola de Cajazeiras

MORTO HÁ DOIS ANOS

VÍDEO: Filha conta detalhes do assassinato de comerciante sousense e se emociona: “Sou Damião Malvino”