header top bar

section content

Definidos os grupos do Nordestão 2019: oito de um lado, oito de outro

Sorteio realizado em Maceió divide os times do regional em duas chaves. "Um time de um estado num grupo e o outro do mesmo estado no outro", diz Alex Portela, presidente da Liga

Por GE

05/10/2018 às 08h16 • atualizado em 05/10/2018 às 08h17

Painel do evento em Alagoas: nordestine-se (Foto: Denison Roma/GloboEsporte.com)

A Copa do Nordeste de 2019 ganhou corpo nesta quinta-feira. Em Maceió, foi realizado o sorteio dos grupos no Teatro Gustavo Leite.

Na chave A, estão Santa Cruz, Vitória, Fortaleza, CRB, Salgueiro, Sergipe, Sampaio Corrêa e Altos. Na chave B, Bahia, CSA, ABC, Confiança, Náutico, Ceará, Moto Club e Botafogo-PB.

No evento, vale destacar também as vozes dissonantes. O Bahia ainda está em dúvida sobre sua participação no regional do próximo ano, o Vitória espera que a competição tenha no futuro duas divisões.

Mudança

O modelo de disputa da competição mudou. No próximo ano, os 16 clubes vão ser divididos em dois grupos. Antes eram quatro. Assim, as equipes da chave A enfrentam em jogos de ida os times da B, e os quatro melhores de cada grupo avançam às quartas de final. As datas da competição ainda serão definidas pela CBF.

– Esse ano sai tabela, regulamento, tudo bonitinho… O calendário com a previsão de datas… Ontem, saiu o calendário nacional e tudo será definido para ser divulgado na hora oportuna – explicou Manoel Flores, diretor de competições da CBF.

Presidente da Liga do Nordeste, Alex Portela falou sobre o novo formato.

– Vão ser dois grupos de oito, um jogando contra o outro. É dirigido: um time de um estado numa chave e o outro do mesmo estado na outra. A competição fica assim mais atrativa para os clubes e para a torcida também. Vamos ter uma competição com mais público, porque nós vamos ter mais clássicos locais e regionais. Vamos ter times com mais torcida… Teremos os campeões e outros melhores ranqueados a nível nacional – comentou Alex.

Pode melhorar

Presidente do Vitória, Ricardo David esteve na festa e disse que ainda luta para ter uma competição mais enxuta e, por consequência, com jogos mais atraentes.

– É uma formatação com um modelo evoluído de 2018, mas não é o ideal. Estamos brigando pra que o Nordestão tenha um formato mais adequado, que evite o excesso de jogos para o calendário. Podemos ter a primeira divisão com 12 clubes, e a Série B ( do regional) com 12 também.

Em dúvida

O Bahia participou do sorteio, mas a diretoria ainda vai avaliar se disputa a competição. Em Salvador, o presidente do clube explicou o motivo.

– A CBF não incluiu a Copa do Nordeste no calendário dela. Vai ter Copa do Nordeste na Copa América? Como fica essa organização de calendário? Quando tiver jogo da Copa do Brasil quarta, joga a Copa do Nordeste sábado? Tudo isso que questionamos e justamente por isso, nosso pleito de poder decidir mais adiante, diante desse cenário, se vamos participar da competição em 2019. Não serei eu quem vai decidir. Temos um clube aberto, transparente, democrático. As decisões são repartidas com o Conselho Deliberativo. Não tomaria uma decisão dessa sozinho. Vamos discutir com o conselho. Acredito na reconstrução da Copa do Nordeste, alguns pontos foram colocados como avanço – explicou o dirigente.

Força regional

Técnico do CRB, Roberto Fernandes destacou a importância do regional.

– Copa do Nordeste, para mim, foi a competição que mais empolgou o torcedor nordestino nos últimos anos. É um sucesso garantido, porque em todas as rodadas você tem clássicos regionais e, às vezes, clássicos estaduais. O torcedor do Nordeste, muitas vezes, tem mais interesse em assistir a um CRB x Vitória do que a um CRB x Coritiba, por exemplo. É uma competição que empolga, cada vez mais tem um aumento do público nos estádios. Em 2019, será outra grande competição.

Técnico do CSA, Marcelo Cabo avisou que o time alagoano vai brigar pelo título em 2019.

– Já foi traçado o objetivo de conquistar a Copa do Nordeste. É um título que o CSA não tem. Hoje o CSA se organizou, é uma equipe que vai entrar para buscar o título. Sabemos que é muito difícil, porque temos outras equipes muito fortes, que têm vários títulos da Copa do Nordeste, mas o CSA já precisa iniciar 2019 sonhando no título dessa competição.

Presidente do Náutico, Edno Melo conta com o regional para o time recuperar força. Ele falou também sobre os Aflitos e disse que os adversários vão sofrer no estádio.

– Estádio está sendo reformado e modernizado. A gente colocou um gramado top de linha, vestiários reformados… Já era um caldeirão e, a partir de agora, será muito mais atrativo para o torcedor. Tenho pena dos adversários, porque lá nós vamos ganhar todas. Este ano, nós resgatamos o nosso estádio, a nossa identidade. Isso vai ser importante também na Copa do Nordeste, que está solidificada e, com esse novo formato, vai ter muito mais clássicos. Clássico é sinônimo de casa cheia, e sabemos encher os Aflitos.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/al/futebol/copa-do-nordeste/noticia/definidos-os-grupos-do-nordestao-2019-oito-de-um-lado-oito-de-outro.ghtml

VÍDEO: Ambientalista critica prefeito de Pombal por não resolver problema do lixão na entrada da cidade

CONHEÇA SEUS DIREITOS

VÍDEO: Advogados de Cajazeiras criticam INSS e orientam sobre o que fazer quando um benefício é cortado

FARIA 97 ANOS NESTE MÊS

VÍDEO: Historiador explica por que Padre Gualberto foi o ‘Padre Rolim do século XX’ em Cajazeiras

QUARTO EPISÓDIO

Em homenagem ao Dia das Crianças, programa Coisas de Cajazeiras entrevistou uma turma esperta e antenada