header top bar

section content

Tite deve fazer seis alterações na seleção brasileira para o clássico contra a Argentina

Mudanças estão planejadas desde o início da semana e devem deixar equipe mais robusta para enfrentar os rivais sul-americanos

Por GE

13/10/2018 às 08h54 • atualizado em 13/10/2018 às 08h55

Roberto Firmino deve voltar e comandar o ataque no clássico (Foto: MoWA Press)

Tite deve fazer seis substituições na seleção brasileira para o clássico de terça-feira, contra a Argentina. Alisson, Danilo, Miranda, Filipe Luís, Arthur e Firmino estão nos planos da comissão técnica para começarem jogando nos lugares de Ederson, Fabinho, Pablo, Alex Sandro, Fred e Gabriel Jesus.

As mudanças não têm a ver com o futebol sonolento apresentado na vitória da última sexta por 2 a 0 sobre a Arábia Saudita. Elas já estavam planejadas desde a convocação. Tite quer aproveitar os amistosos para dar chance à maioria dos atletas que estão no grupo.

– Sim – exclamou o técnico, questionado se haveria mudanças na escalação inicial.

Desde setembro, Tite havia dito que usaria força máxima contra a Argentina. Apesar do momento de início de ciclo e da crise enfrentada pelo rival, que não terá Messi por tempo indeterminado, o treinador brasileiro tem batido na tecla da rivalidade histórica para valorizar o confronto.

Por “força máxima” entende-se jogadores que foram titulares na última Copa do Mundo ou ganharam essa condição nos últimos meses. A exceção é Arthur, que não esteve na Rússia, mas, mesmo assim, pode entrar na vaga de Fred, que saiu no intervalo do primeiro jogo.

O clássico sul-americano será a quarta partida do Brasil depois do baque da eliminação nas quartas de final do Mundial. Ainda haverá mais duas em 2018, e Tite pretende encerrar o ano com um grupo bastante idealizado para a disputa da Copa América, em junho do ano que vem.

Dos jogadores que entram, a dupla do Liverpool, Alisson e Firmino, hoje é titular mesmo. Danilo, Miranda e Filipe Luís ainda disputam posição no time e na lista de 23. O lateral-direito tem a concorrência de Daniel Alves, Fabinho e Fagner, enquanto os outros dois veem na idade os principais empecilhos a longo prazo, pensando na Copa do Mundo do Catar – Miranda terá 38, e Filipe Luís 37.

Se as substituições forem confirmadas, o Brasil entrará em campo com Alisson, Danilo, Marquinhos, Miranda e Filipe Luís; Casemiro; Arthur (Fred), Renato Augusto, Coutinho e Neymar; Firmino.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/futebol/selecao-brasileira/noticia/tite-deve-fazer-seis-alteracoes-na-selecao-brasileira-para-o-classico-contra-a-argentina.ghtml

'NOVA SOUSA'

VÍDEO: Loteamento no modelo europeu anuncia venda de lotes a preços populares em Sousa; conheça o local

AÇÃO SOCIAL

VÍDEO: Igreja evangélica distribui alimentos e roupas para famílias carentes em bairro de Cajazeiras

CRIANÇADA NA PRAÇA

VÍDEO: Festa do Dia das Crianças com brindes, música e teatro atrai multidão na cidade de Monte Horebe

DIA DOS PROFESSORES

VÍDEO: Prefeito grava mensagem para os professores da ‘cidade educadora’: “Ensinar é transformar vidas”