header top bar

string(16) "diario-esportivo"

section content

Raio-X da má fase: números mostram Corinthians abaixo da média em 2018; veja lista

Recorde de derrotas, pior ano na arena... Veja 10 motivos que acendem sinal de alerta no Timão

Por GE

19/10/2018 às 08h30 • atualizado em 19/10/2018 às 08h31

Pedrinho, meia do Corinthians, cabisbaixo durante a derrota para o Cruzeiro (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians)

Não foi só a derrota na final da Copa do Brasil. A má fase do Corinthians vai além e fica evidente numa série de marcas negativas atingidas pela equipe, que agora tenta se focar na fuga do rebaixamento no Brasileirão.

Para entender melhor o momento vivido pelo Corinthians e o que é preciso corrigir neste fim de ano, o GloboEsporte.com listou dez problemas enfrentados pelo Timão no momento. Veja o raio-X:

1 – Recorde de derrotas
O Corinthians já perdeu 23 vezes nesta temporada (em jogos oficiais). O desempenho é tão ruim quanto o de 2007, ano em que a equipe foi rebaixada para a Série B do Brasileirão. Desde então, o ano com maior número de derrotas foi 2016, quando o Timão foi batido em 18 jogos.

2 – Quem mais perdeu na Série A
Com estas 23 derrotas, o Corinthians empatou com o Vitória como o time da Série A que mais perdeu em 2018. O Paraná, lanterna do Brasileirão, por exemplo, foi batido 22 vezes.

3 – Pior turno da história
Com apenas duas vitórias em dez jogos, o Corinthians tem aproveitamento de apenas 30% no segundo turno do Brasileirão. Desde 2003, quando o Brasileirão começou a ser disputado por pontos corridos, o Timão nunca terminou um turno com desempenho tão ruim – o pior foi o returno de 2007, 31,6%.

4 – Proximidade da zona de rebaixamento
O Timão está a quatro pontos da zona de rebaixamento do Brasileirão. Porém, o Ceará, 17º colocado, tem um jogo a menos.

Neste ano, o Corinthians já esteve a quatro pontos da zona da degola em outro momento. Foi depois da derrota para o Bahia, na 12ª rodada, a última antes da pausa para a Copa do Mundo. A distancia desde então chegou a ser de oito pontos.

5 – Caiu em Itaquera..
O Corinthians chegou a sete derrotas em Itaquera neste ano, o pior desempenho em uma temporada na arena. Até então, o recorde era três tropeços, número obtido em 2015, 2016 e 2017.

6 – Aproveitamento de Jair
Em dez jogos no comando do Timão, Jair Ventura conseguiu apenas duas vitórias, três empates e cinco derrotas. O aproveitamento é de 30%, abaixo do antecessor dele, Osmar Loss, que deixou o cargo de treinador com 46,67%.

7 – Jejum fora de casa
Faz tempo que o Corinthians não sabe o que é ganhar fora de casa. A última vitória do Timão longe de Itaquera foi em 15 de agosto, quando bateu a Chapecoense por 1 a 0, nas quartas de final da Copa do Brasil. Desde então foram sete jogos como visitante, com cinco derrotas e dois empates.

8 – Derrotas em série
O problema não é só fora de casa. O Corinthians não ganha desde 26 de setembro, quando bateu o Flamengo por 2 a 1. Para piorar, a equipe vem de cinco derrotas consecutivas, algo que não acontecia desde 2014.

9 – Ineficiência
Até Jadson marcar de pênalti sobre o Cruzeiro, o Timão não balançava as redes há 435 minutos. Dos dez jogos com Jair Ventura, a equipe passou em branco em seis.

10 – Atacantes em crise
Um dos motivos para a falta de gols da equipe é a má fase dos atacantes do elenco. Clayson, Romero, Jonathas… Todos enfrentam seca de gols. O último homem de frente do Corinthians a marcar foi Roger, na derrota por 2 a 1 para o Ceará, há um mês e meio, em 5 de setembro.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/futebol/times/corinthians/noticia/raio-x-da-ma-fase-numeros-mostram-corinthians-abaixo-da-media-em-2018-veja-lista.ghtml

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Diversidade em Foco com professor de Português destaca as variações da nossa língua

HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local