header top bar

string(16) "diario-esportivo"

section content

Renato valoriza vitória contra gigante, com troca de estratégia: “Viemos para competir”

Técnico revelou que trabalhou a bola parada ofensiva para tirar proveito das falhas do River

Por GE

24/10/2018 às 08h16 • atualizado em 24/10/2018 às 08h17

Renato Gaúcho deu mais um passo para chegar à nova final da Libertadores (Foto: Wesley Santos / Agência PressDigital)

Não era jogo para impor a qualidade técnica. O Grêmio sabia que, se quisesse voltar vivo do Monumental de Nuñez, precisava ter a mesma dedicação ao longo dos 90 minutos e lutar por cada bola. O ensinamento de Renato Gaúcho foi levado ao campo, com as jogadas de bola parada, e surtiu efeito, com o gol de Michel na vitória por 1 a 0 sobre o River Plate na noite desta terça-feira.

– Foi uma vitória contra o time gigante. E o Grêmio também é gigante. Além da vitória, foi uma grande partida do Grêmio – disse Renato, em entrevista coletiva.

O Tricolor sabia que Los Millonarios tinham qualidade para um jogo equilibrado. Até por isso, tinha que prescindir do estilo habitual de toque de bola. O fundamental era brigar e aproveitar as brechas apresentadas pelos comandados de Marcelo Gallardo.

Sem entrar na pilha e catimba dos gringos, o time seguiu à risca o que Renato pediu e, desde o primeiro tempo, teve as rédeas da partida. Na etapa final, ainda subiu de produção e calou o Monumental de Nuñez, com o gol de Michel após o escanteio cobrado por Alisson.

– Soube jogar Libertadores, malandros o tempo todo, inteligentes. Viemos para competir. Às vezes só jogar, valorizar a posse de bola não são suficientes. Sabíamos que encontraríamos dificuldades. Nos portamos muito bem desde o início. Ainda no intervalo dei parabéns e acabamos coroados com o gol do Michel, que nos dá uma pequena vantagem, mas importante. Jogamos contra o River e 60 mil pessoas. Lá teremos a Arena lotada. Já falei aos jogadores. O Grêmio não está na outra fase, mais 90 minutos, mas não devemos menosprezar este resultado – explica.

Para dar este passo, Renato analisou minuciosamente o River. A bola parada defensiva do time de Gallardo foi vista como um norte para ter sucesso em Buenos Aires. O técnico trabalhou e alcançou o objetivo.

– A equipe que treinou hoje eu trabalhei 40 minutos. Treinei muita bola parada, bola de cabeça, sabíamos que teríamos escanteio, falta e queria tirar proveito – completou.

Com o resultado, o Grêmio pode até empatar para garantir a classificação à decisão

Fonte: https://globoesporte.globo.com/rs/futebol/times/gremio/noticia/renato-valoriza-vitoria-contra-gigante-com-mudanca-de-estrategia-viemos-para-competir.ghtml

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Diversidade em Foco com professor de Português destaca as variações da nossa língua

HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local