header top bar

string(16) "diario-esportivo"

section content

PSG x Napoli: Neymar & cia. vão à Itália em clima de decisão contra fracasso precoce na Champions

"É uma final e temos que encarar isso como o último jogo da nossa vida", diz Neymar, que tenta colocar o time francês na zona de classificação para a próxima fase

Por GE

06/11/2018 às 08h31

Neymar e Mbappé tentam manter o PSG bem vivo na Liga dos Campeões (Foto: Reuters)

Líder absoluto do Campeonato Francês, com 12 vitórias em 12 jogos, o Paris Saint-Germain vira a sua chave para a Liga dos Campeões, competição em que a vida do milionário elenco parisiense é um pouco mais complicada. Na terceira colocação do Grupo C, Neymar e companhia visitam o Napoli no San Paolo nesta terça-feira sem poder pensar em derrota. Até mesmo o empate não é o mais indicado, e o craque brasileiro sabe bem disso.

– Vai ser um jogo muito difícil. Sabemos que isso é praticamente uma final para nós. Temos que vencer a partida. Então nós esperamos fazer um bom jogo e sair com um bom resultado. Que seja a vitória. E foi o que eu disse, é uma final e temos que encarar isso como o último jogo da nossa vida – disse Neymar, que tenta superar Rivaldo como maior goleador brasileiro da história da Champions, através de sua assessoria de imprensa.

As palavras de Neymar encontram justificativa na tabela da chave, liderada pelo Liverpool (seis pontos), à frente do Napoli (cinco), PSG (quatro) e Estrela Vermelha (um). Em caso de derrota na Itália, os parisienses praticamente dirão adeus à Liga dos Campeões, no que seria mais uma enorme decepção continental para o clube francês, apesar das contratações milionárias em 2017 de Neymar e Kylian Mbappé.

– Será um grande desafio. Teremos que jogar no nosso melhor nível, isso é evidente para mim. Estamos confiantes porque jogamos muito bem contra o Marselha, com muita personalidade, e contra o Lile, com qualidade num momento de dificuldade – declarou o técnico do PSG, Thomas Tuchel, citando as recentes vitórias do PSG no Francês, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira.

Reforço no ataque do PSG
Em campo, o PSG espera poder contar com a volta de Cavani, ausente mais uma vez na vitória sobre o Lille por conta de um incômodo muscular. A partida teria grande significado para o uruguaio, que brilhou no Napoli antes de se transferir para a capital francesa. A questão agora é saber se Tuchel irá escalá-lo ao lado de Neymar, Mbappé e Di Maria, podendo sofrer com os contra-ataques precisos dos napolitanos.

– É uma possibilidade jogar com quatro atacantes, mas é algo difícil de fazer sem perder a estrutura e o equilíbrio da equipe – respondeu Tuchel.

Liverpool, liderança e questões políticas
No outro jogo da chave, o Liverpool vai a Sérvia com a missão de ficar mais perto da classificação. Para isso, terá um desfalque por questões políticas. Após a polêmica comemoração contra a Sérvia na Copa do Mundo, o meia Shaqiri vai ficar fora da partida contra o Estrela Vermelha, no Estádio Marakana, em Belgrado. O técnico Jurgen Klopp justificou a ausência do jogador como uma medida para que a equipe consiga se concentrar no futebol, deixando de lado qualquer outro assunto.

– Escutamos e lemos sobre especulações e conversas sobre o tipo de recepção que Shaq teria e não temos ideia do que pode acontecer. Queremos ir para lá e ficar 100% focados no futebol, sem precisar pensar em qualquer outra coisa, é isso – disse Klopp.

A rodada de terça nos outros grupos
Nas outras partidas do dia, o Atlético de Madrid, goleada por 4 a 0 na Alemanha na rodada anterior, tentará dar o troco no Borussia Dortmund em casa. Os alemães, autores de uma primeira metade de temporada impressionante, garantirão de uma só vez a classificação às oitavas de final e o primeiro lugar do Grupo A em caso de vitória na Espanha. Um empate na outra partida da chave, entre Monaco e FC Brugge, também valerá a vaga na próxima fase para o Borussia.

Já o Barcelona, líder isolado do Grupo B com nove pontos, também está de olho nas oitavas de final. Os catalães viajam para enfrentar seus principais perseguidores na chave, a Inter de Milão (vice com seis), e ainda há a expectiva sobre um possível retorno de Messi, novamente relacionado após fraturar o braço no mês passado.

– Leo está neste ponto em que pode ficar disponível. Veremos quais sensações ele tem (até o jogo). Precisa estar seguro para poder jogar. Tenho muitas opções (para a equipe). Não posso antecipar nenhuma, mas asseguro que não correremos riscos – disse Valverde.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/liga-dos-campeoes/noticia/psg-x-napoli-neymar-and-cia-vao-a-italia-em-clima-de-decisao-contra-fracasso-precoce-na-champions.ghtml

PARTICIPE!

VÍDEO: Gerente do Sebrae fala de revolução tecnológica em feira de Cajazeiras e convida empreendedores

PLANOS E METAS

VÍDEO: Cantor explica como pretende administrar o Atlético e declara que o problema do clube é político

CAMPEONATO PARAIBANO 2019

VÍDEO: Após vistoria técnica, representantes da CBF elogiam o estádio Perpetão: “É um dos melhores”

A ARTE DO CORPO

VÍDEO: Bailarino que dá aula de dança em Cajazeiras fala da sua trajetória e de projetos para a cidade