header top bar

section content

Secretaria do Estado vai investigar relação da Guillain-barré com dengue, chikungunya e zika vírus. Veja!

Foram notificados 24.487 casos prováveis de dengue. Em 2015, no mesmo período, registrou-se 6.628 casos, evidenciando um aumento de 269,44%.

Por Luzia de Sousa

27/04/2016 às 12h13 • atualizado em 27/04/2016 às 13h31

Desafio na saúde e clamor da população

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Gerência Executiva de Vigilância em Saúde, divulgou o novo boletim da dengue, zika e chikungunya, que corresponde ao período de 1º de janeiro a 24 de abril de 2016 (16ª semana epidemiológica de início de sintomas).

Foram notificados 24.487 casos prováveis de dengue. Em 2015, no mesmo período, registrou-se 6.628 casos, evidenciando um aumento de 269,44%. Quanto aos casos suspeitos de chikungunya, registrou-se 2.513.

Atualmente, existem três unidades sentinelas do zika vírus implantadas em Bayeux, Campina Grande e Monteiro, conforme recomendação do Ministério da Saúde.

Veja também

?Locutora chega ao hospital de Cajazeiras com suspeita de Guillain Barré, após infecção do Zika Vírus. Confira!

?Mais um caso da doença que matou cajazeirense é registrado na PB; Ela teve primeiro a Zika Vírus. Vídeo

?Cajazeiras registra somente este ano quatro casos da Guillain Barré; Uma pessoa morreu

De 1º de janeiro a 25 de abril, de 2016, registrou-se 1.770 casos notificados como suspeita de zika vírus.

Quanto à síndrome Guillain-barré e outras manifestações neurológicas, a SES vem orientando os serviços hospitalares sobre a importância de comunicar casos com diagnóstico da doença para investigar a relação com dengue, chikungunya e zika vírus, ou descartá-la por outra causa.

De julho de 2015, até o momento, os serviços hospitalares informaram 32 casos suspeitos, sendo quatro confirmados, 16 descartados e 12 em investigação, por suspeita de ter correlação com dengue, chikungunya e zika vírus.

O boletim revela ainda, quanto aos óbitos suspeitos de dengue e chikungunya, que houve 20 notificações de suspeita de dengue, sendo um óbito confirmado (Monteiro), sete descartados e 12 seguem em investigação. Foram registrados também seis óbitos de casos suspeitos de chikungunya, sendo dois confirmados (Monteiro e Santa Cecília) e os demais estão sendo investigados.

Secom

MUITO ESTRAGO

VÍDEOS: Chuva com vendaval causa destruição de prédios em Cajazeiras e Sousa e assusta moradores

DE 22 A 27 DE JANEIRO

VÍDEO: Teatro Ica completa 34 anos em Cajazeiras com extensa e diversificada programação cultural

DE 2017 PARA ESTE ANO

VÍDEO: São José de Piranhas tem aumento alarmante de homicídios em 2018; confira balanço da PM na região

VIXE!

VÍDEO: Vidente detalha futuro da imprensa de Cajazeiras e prevê mortes: “Não chega às festas juninas”