header top bar

section content

Ministro Gilberto Kassab é hostilizado em Campina por manifestantes: “Vaza golpista” VEJA VÍDEO

Com a ascensão de Temer à Presidência da República, Kassab foi contemplado com o Ministério da Ciência e Tecnologia e Comunicações.

Por Luzia de Sousa

04/06/2016 às 17h58


O ministro de Ciência e Tecnologia e Comunicações, Gilberto Kassab, foi hostilizado por manifestantes anti-impeachment, neste final de semana, em Campina Grande. O auxiliar do governo Temer veio à Paraíba visitar o Instituto Nacional do Semiárido (Insa) e o Centro de Inovação e Tecnologia Telmo Araújo (Citta), além de participar da abertura do Maior São João do Mundo.

Veja mais!

?Em casa: Multidão vaia Cássio na abertura do maior São João do mundo: ‘Golpista’. Vídeos

? Cássio é hostilizado em avião e tachado de “traidor da Democracia e golpista”; Em resposta, o político acenou com as mãos que não se importava com os gritos

?Luiz Couto é abraçado pelo povo em aeroporto; Já o senador Cássio e o seu filho Pedro foram hostilizados; “Golpista, corrupto, vergonha do Brasil”. VÍDEOS!

Gilberto Kassab foi ministro das Cidades no governo da presidente Dilma Rousseff (PT), mas entregou o cargo dias antes da votação do processo de impeachment da petista na Câmara dos Deputados.

Com a ascensão de Temer à Presidência da República, Kassab foi contemplado com o Ministério da Ciência e Tecnologia e Comunicações.

Kassab é presidente nacional do PSD, partido que na Paraíba é presidido pelo deputado Federal Rômulo Gouveia e que tem em seus quadros o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo.

Fonte: Paraibajá

Tags:

Recomendado para você pelo google

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ex-ministro da Justiça afirma que Lula é inocente e defende anulação da sentença pelo STF

VÍDEO

Delegada da Mulher de Patos declara que aumento de feminicídios na região chama atenção pela crueldade

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

VÍDEO: Comitê Pró-HU do Sertão volta de Brasília otimista com possível aumento de recursos para a obra

123 DIAS

VÍDEO: Dra. Paula pede licença na Assembleia para cuidar da saúde; ela passará por duas cirurgias