header top bar

section content

Filha de prefeita eleita pelo PSB, promotora é afastada do MPPB acusada de compras de votos

O caso também está sendo apurado pela Justiça Eleitoral.

Por Luzia de Sousa

11/02/2017 às 18h57

Ministério Público da Paraíba

O Conselho Superior do Ministério Público da Paraíba afastou a promotora Ismânia de Carvalho de suas atividades por um período de 100 dias.

Titular da Promotoria de Justiça Cível de Campina Grande, a promotora foi acusada de participar de um esquema de compra de votos em Mamanguape, nas eleições 2016.

Filha da prefeita eleita de Mamamguape, Maria Eunice (PSB), Ismânia foi gravada oferecendo dinheiro e empregos a candidatos a vereador em troca de votos.

O caso também está sendo apurado pela Justiça Eleitoral. A decisão pelo afastamento aconteceu na última quinta-feira (9).

MaisPB

OS CIRENEUS DO CAMINHO

VÍDEO: Programa Mensagem de Esperança reflete sobre imunização espiritual e como lidar com adversários

'MENSAGEM DE FÉ'

VÍDEO: Padre apresenta programa especial na TV sobre a tradicional Festa de Dom Bosco em Cajazeiras

'OPINIÃO DO CIDADÃO'

VÍDEO: Em Cajazeiras, presidente da OAB-PB diz ser contra posse de arma: “Índices de mortes aumentam”

PROPRIEDADES EMBARGADAS

VÍDEO: Impedidos de plantar, agricultores de Cajazeiras acusam IBAMA de excessos na aplicação de multas