header top bar

section content

Senador José Maranhão vai a Michel Temer pedir a liberação de recursos para a Transposição

O senador afirma que o orçamento geral da União já tem a dotação necessária para atender a essa demanda adicional de recursos.

Por Luzia de Sousa

23/06/2016 às 07h08 • atualizado em 23/06/2016 às 07h09

Presidente Temer e senador José Maranhão

O senador José Maranhão (PMDB/PB) esteve nesta tarde no Planalto em audiência com o presidente interino, Michel Temer, a quem manifestou profunda preocupação com a crise de abastecimento de água na Paraíba, especialmente em Campina Grande, Cariri, Sertão e Curimatau.

O senador destacou que essas regiões estão encravadas em um terreno cristalino, sem água no subsolo. Sugeriu como solução acelerar o processo de construção dos canais e elevatórias da Transposição do São Francisco. José Maranhão lembrou ao presidente Temer que o ministro da Integração, Helder Barbalho, admite a possibilidade da conclusão das obras do Eixo Leste, se o Governo Federal liberar 50 milhões de Reais mensais adicionais aos recursos atualmente disponíveis.

O senador afirma que o orçamento geral da União já tem a dotação necessária para atender a essa demanda adicional de recursos. E lembra que, segundo o ministro, a alternativa seria o transporte de água por caminhões-pipa. Mas Maranhão questiona: “Que água?” ao ressaltar que os açudes do Boqueirão e Coremas/Mãe D’Água estão no nível morto e pode-se chegar a um colapso no abastecimento se as chuvas não voltarem neste inverno.

O senador Maranhão informou que Temer reconheceu a magnitude do problema e se comprometeu a buscar uma solução para garantir esses recursos e enfrentar a situação.

Secom

Recomendado para você pelo google

ALUNOS DÃO SHOW

VÍDEO: 3º dia da Mostra de Conhecimentos destaca a natureza, tecnologias, leitura, teatro e matemática

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: advogado sousense fala sobre a redução da maioridade penal. Você é contra ou a favor?

VÍDEO

Dra Paula fala sobre dificuldades na gestão do seu esposo em Cajazeiras e diz ser contra demissões

GOVERNO NO FOCO

VÍDEO: Professor comenta os impactos do fim do DPVAT, golpe na Bolívia e invasão à embaixada venezuelana