header top bar

section content

TRAGÉDIA:Carro envolvido em acidente que deixou 6 mortos transportava 8 pessoas da mesma família, diz PM

Quatro das vítimas da colisão viajavam no veículo, que estava superlotado.

Por Luzia de Sousa

29/07/2017 às 14h39 • atualizado em 29/07/2017 às 14h43

Carro saiu da pista após o acidente (Foto: Danilo Ribeiro/TV Bahia)

Um dos carros envolvidos no acidente que deixou 6 pessoas mortas, entre elas uma criança de 6 anos, e quatro feridas, na BR-324, na Bahia, estava superlotado. O veículo, um GM/ Vectra, que tinha capacidade para 5 pessoas, transportava 8 integrantes da mesma família. Entre os passageiros, estavam, além da criança morta, outra de um ano, dois adolescentes de 17 anos e quatro adultos.

O acidente ocorreu na quinta-feira (27), na altura da cidade de Tanquinho, a cerca de 161 km de Salvador. Quatro das vítimas mortas estavam no veículo com superlotação. As outras duas viajavam no outro carro, um Fiat Uno. As informações foram passadas ao G1 pelas Polícias Civil e Rodoviária Federal (PRF), nesta sexta-feira (28).

Conforme a polícia, as vítimas que viajavam no carro com superlotação foram identificadas como e Robério Cordeiro Cardoso, Targino Cardoso da Costa, Sueli Cardoso da Costa, Jeová Cardoso da Costa, que não tiveram a idade revelada, Poliana Cardoso da Costa, de 6 anos, Tayrobson Costa Cardoso, Taciane Cerqueira Cardoso, ambos de 17 anos, e Lorrana Costa Cardoso, de 1 ano.

Acidente deixa seis mortos na BR-324 (Foto: Danilo Ribeiro/TV Bahia)

Segundo a polícia, Targino, Sueli, Poliana e Jeová não resistiram aos ferimentos e morreram no local do acidente. Eles foram enterrados na manhã desta sexta-feira, na cidade de Conceição de Feira. Tayrobson, Taciane, Lorrana e Robério foram socorridos para hospitais da região, mas não há detalhes sobre o estado de saúde deles.

Já no Fiat Uno, de acordo com a polícia, viajavam Adailson Ramos dos Santos e Robson Pinheiro Cruz. A idade deles não foi informada. Conforme a polícia, apesar de estar ao volante do carro, Robson Pinheiro não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH), e é suspeito de ter provocado a batida ao fazer uma ultrapassagem irregular na rodovia. O acidente está sob investigação da Delegacia de Tanquinho.

Conforme a polícia, os dois carros bateram de frente, no KM-465 da rodovia, após o Uno fazer uma ultrapassagem. O acidente ocorreu por volta das 10h da quinta-feira. Após a batida, os veículos ficaram destruídos. O trânsito ficou congestionado no trecho da rodovia até a retirada dos veículos da pista.

G1

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

“Sou liderança forte, mas estou abandonado”, declarou Gobira ao vivo sobre grupo de Carlos Antonio

VÍDEO!

Padre cajazeirense responde a cantor gospel que atacou Nossa Senhora: “Nossos pêsames a esse cantor”

SAIBA

É OU NÃO É FERIADO? Em entrevista, prefeito de Cajazeiras decide sobre o Dia de São Pedro

PROGRAMA XEQUE MATE

Em Cajazeiras, pai de Gabriel Diniz se emociona e fala com exclusividade sobre a morte do cantor