header top bar

section content

MUNDO CÃO: Mãe enforca criança de 10 meses e envia vídeo para o pai em cenas fortes

Segundo a Polícia Militar de Abaeté, a mulher sofre de depressão pós-parto e teria enviado a gravação do ato para chantagear o pai da criança

Por Redação Diário

29/10/2017 às 19h12 • atualizado em 29/10/2017 às 19h14

A mulher aperta o pescoço da criança, que, impedida de respirar

Uma mulher de 35 anos está sendo acusada de tentativa de homicído por enforcar o filho de apenas 10 meses no município de Abaeté, no centro-oeste de Minas Gerais. Segundo informações da Polícia Militar da cidade mineira, a mãe chegou a gravar a ação com o celular e enviou o vídeo para chantagear o pai da criança.

Durante os cinco segundos da gravação, a mulher aperta o pescoço da criança, que, impedida de respirar, fica vermelha e chora. O jornal Correio Braziliense teve acesso às filmagens, mas por se tratar de uma cena extremamente forte, optou por não divulgar a gravação.

“Fala para o seu pai que eu não estou brincando”, diz no vídeo. O crime aconteceu no último sábado (21/10) e foi registrado no 141º Batalhão da PM, situado na cidade.

Ainda de acordo com a PM, a mulher, que estaria sofrendo de depressão pós-parto, foi encaminhada a um hospital psiquiátrico em Belo Horizonte. Ela precisou ser escoltada por uma equipe da corporação, já que, revoltados, os vizinhos ameaçavam linchá-la.

O bebê foi resgatado bem e está sob a guarda de um parente. Já a mulher continua recebendo tratamento especializado e, segundo a polícia, ainda não foi presa.

CORREIO BRAZILIENSE

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Professora cajazeirense que milita em Sousa fala de desafios, manda recado e chora ao relembrar do filho

FOI ABANDONADA

VÍDEO: Mototaxista recupera moto que foi roubada em Cajazeiras e dá detalhes de como o crime aconteceu

AÇÃO NA JUSTIÇA

VÍDEO: Prefeita de Joca Claudino diz que está trabalhando para resolver situação de salários atrasados

DIA DOS PROFESSORES

VÍDEO: Professora de Patos relata prazeres e desafios da profissão: “Sou professora com muito orgulho´”