header top bar

section content

VÍDEO: Idosa relata que bombeiro foi negligente e grosseiro no caso do jumento no telhado em Cajazeiras

Inusitado caso de um jumento que ficou preso no telhado de uma residência no bairro Cristo Rei, nesta segunda-feira (15), gerou críticas ao Corpo de Bombeiros

Por Jocivan Pinheiro

16/01/2018 às 13h54 • atualizado em 16/01/2018 às 14h00

O inusitado caso de um jumento que ficou preso no telhado de uma residência na Rua Pedro Coelho Viana, bairro Cristo Rei, em Cajazeiras, nesta segunda-feira (15), gerou críticas ao Corpo de Bombeiros. Pessoas que estavam na residência disseram que os bombeiros demoraram a chegar e que um atendente desdenhou da situação e foi grosseiro com um rapaz.

De acordo com a dona de casa Tereza de Souza, que mora na residência, os bombeiros demoraram a chegar porque não levaram a sério a ocorrência. Ela conta que um atendente do Batalhão chegou a ofender um rapaz que ligou pedindo ajuda, chamando o pai dele de jumento.

“Chamei eles, sim. Não só eu, mas os vizinhos todos. Um menino ligou também e disse que falou assim: ‘Ei, vem aqui que tem um jumento em cima da casa de uma mulher aqui no Cristo’. Aí disse que ele respondeu assim: ‘O jumento que tem em cima da casa é seu pai’”, relatou a dona de casa.

VEJA TAMBÉM: Jumento cai de telhado de residência em bairro de Cajazeiras

Local por onde o jumento passava quando subiu no telhado

Resposta

O capitão Rômulo, do Corpo de Bombeiros, explica que a demora em atender o caso do jumento se deu porque quando ligaram para o Batalhão, os bombeiros já estavam em outra ocorrência.

“É interessante deixar claro que assim que chegou essa demanda, a gente já estava atendendo outra ocorrência, no caso um princípio de incêndio em residência. Por isso a gente não teve condições de imediato se deslocar até a ocorrência desse jumento”, disse.

O animal caiu do telhado para dentro da residência

Como mostram as imagens, o jumento subiu no telhado porque a casa fica em um nível abaixo do local por onde passava o animal, que faz parte da subida bastante íngreme do Morro do Cristo Rei. O jumento ficou alguns minutos pendurado e caiu sozinho de uma altura de cerca de 5 metros, mas não se machucou. Os bombeiros só chegaram depois que o animal já havia saído.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
ESPERANÇA NA POLÍTICA!

VÍDEO: Pastor evangélico fala sobre Bolsonaro: “Ele incorporou o que a sociedade acredita: a família”

ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco

SERTÃO PRESTIGIADO

VÍDEO: Com cajazeirense na vice-presidência, OAB-PB empossa os eleitos para comandar a instituição