header top bar

section content

Albergado foi morto a tiros em cidade da região de Cajazeiras; suspeito do crime também é presidiário

Familiares teriam revelado que a vítima passou a ser ameaçado quando foi solto e começou a cumprir pena em regime semiaberto

Por Jocivan Pinheiro

19/05/2018 às 22h16 • atualizado em 19/05/2018 às 23h49

Firmino Dias Neto foi encontrado morto na cozinha de uma residência

O jovem Firmino Dias Neto, 29 anos, foi morto a tiros na tarde deste sábado (19) na cidade de Bonito de Santa Fé, Alto Sertão paraibano, onde cumpria pena em regime semiaberto (albergado).

Segundo informações da Polícia Militar, o principal suspeito é outro rapaz que também cumpre pena como albergado na cidade.

Firmino foi morto dentro de uma casa que seria a residência do suspeito, na rua Maria Timóteo, bairro de mesmo nome.

VEJA TAMBÉM: Jovem acusado de matar um homem e ferir outro no mês passado é preso em Patos

Segundo as primeiras informações, o suspeito chamou a vítima para a residência dizendo que de lá eles iriam para a prisão cumprir a pena de albergue normalmente. Mas o convite era, na verdade, uma armadilha. Firmino foi morto com três tiros. A polícia foi acionada, mas já encontrou a vítima sem vida na cozinha.

Policiais e curiosos cercam a casa onde ocorreu o crime (Foto: Ângelo Lima)

Após a primeira perícia no local, o corpo foi levado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) na cidade de Patos.

Familiares teriam revelado que Firmino passou a ser ameaçado quando foi solto e começou a cumprir pena em regime semiaberto. A polícia investiga o caso.

DIÁRIO DO SERTÃO

NA TELA DA TV DIÁRIO

Diário Esportivo traz tudo sobre a 2ª rodada do Paraibano; Tático narra gol da vitória do Atlético

SE CUIDE!

VÍDEO: No Janeiro Branco, Diversidade em Foco promove uma ‘Conversa sobre suicídio e como evitá-lo?’

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”

"MERECIA MAIS"

VÍDEO: Comentarista critica falta de prestígio de Sousa com o Governo do Estado nas nomeações de cargos