header top bar

section content

MPF abre inquérito para apurar suspeita de irregularidade em contratação em hospital de Cajazeiras

De acordo com a assessoria do MPF, o processo ainda está em fase inicial.

Por Luzia de Sousa

17/09/2018 às 15h00 • atualizado em 17/09/2018 às 15h33

Ministério Público Federal da cidade de Sousa, Sertão da Paraíba

O Ministério Público Federal (MPF) abriu inquérito para investigar supostas irregularidades na contratação de pessoal para o funcionamento do Hospital Universitário Júlio Bandeira de Melo, pertencente a Universidade Federal de Campina Grande, com sede em Cajazeiras, Sertão da Paraíba

O inquérito é do dia 6 de setembro, mas foi publicado no Diário Eletrônico do MPF nesta segunda-feira (17). A publicação não consta o prazo de conclusão do procedimento de investigação. De acordo com a assessoria do MPF, o processo ainda está em fase inicial.

A assessoria do Hospital Universitário Júlio Bandeira de Melo. A assessoria do Hospital Universitário informou que a superintendente Mônica Paulino não tem conhecimento do teor do documento do Ministério Público, uma vez que ainda não foi notificada.

O HUJB era um hospital municipal, mas foi doado a UFCG no ano de 2013 e atualmente é administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH).

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

SERTÃO EM DESTAQUE

VÍDEO: Com cajazeirense na vice-presidência, Paulo Maia toma posse para comandar OAB Paraíba até 2021

MODELOS DE SUCESSO

VÍDEO: Empresários do Pará interessados em implantar TV A CABO visitam Netline e TV Diário do Sertão

DUAS CONDENAÇÕES

VÍDEO: Comentarista afirma que Lula vai morrer em breve porque “não aguenta mais tanta humilhação”

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Novas nomeações em Cajazeiras são resultado das ‘pazes’ entre Jeová e Júnior, diz comentarista