header top bar

section content

MPF abre inquérito para apurar suspeita de irregularidade em contratação em hospital de Cajazeiras

De acordo com a assessoria do MPF, o processo ainda está em fase inicial.

Por Luzia de Sousa

17/09/2018 às 15h00 • atualizado em 17/09/2018 às 15h33

Ministério Público Federal da cidade de Sousa, Sertão da Paraíba

O Ministério Público Federal (MPF) abriu inquérito para investigar supostas irregularidades na contratação de pessoal para o funcionamento do Hospital Universitário Júlio Bandeira de Melo, pertencente a Universidade Federal de Campina Grande, com sede em Cajazeiras, Sertão da Paraíba

O inquérito é do dia 6 de setembro, mas foi publicado no Diário Eletrônico do MPF nesta segunda-feira (17). A publicação não consta o prazo de conclusão do procedimento de investigação. De acordo com a assessoria do MPF, o processo ainda está em fase inicial.

A assessoria do Hospital Universitário Júlio Bandeira de Melo. A assessoria do Hospital Universitário informou que a superintendente Mônica Paulino não tem conhecimento do teor do documento do Ministério Público, uma vez que ainda não foi notificada.

O HUJB era um hospital municipal, mas foi doado a UFCG no ano de 2013 e atualmente é administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH).

DIÁRIO DO SERTÃO

VÍDEO: Ambientalista critica prefeito de Pombal por não resolver problema do lixão na entrada da cidade

CONHEÇA SEUS DIREITOS

VÍDEO: Advogados de Cajazeiras criticam INSS e orientam sobre o que fazer quando um benefício é cortado

FARIA 97 ANOS NESTE MÊS

VÍDEO: Historiador explica por que Padre Gualberto foi o ‘Padre Rolim do século XX’ em Cajazeiras

QUARTO EPISÓDIO

Em homenagem ao Dia das Crianças, programa Coisas de Cajazeiras entrevistou uma turma esperta e antenada