header top bar

section content

No Sertão da Paraíba, mãe acredita que morte do filho foi motivada por dívida com o tráfico de drogas

Homem foi morto a tiros na noite deste sábado (20), na cidade de Santa Luzia

Por Jocivan Pinheiro

21/10/2018 às 13h58 • atualizado em 21/10/2018 às 14h10

Homem foi morto a tiros na noite deste sábado (20), na cidade de Santa Luzia

Um homem foi morto a tiros na noite deste sábado (20), na cidade de Santa Luzia, no Sertão paraibano, provavelmente por causa de dívida com traficantes de drogas. Duas pessoas são suspeitas. Uma delas já está presa.

De acordo com informações passadas ao Diário do Sertão pelo Tenente Anselmo, comandante da 3ª Companhia de Polícia Militar de Santa Luzia, a vítima foi identificada como sendo Francileudo Luis Dionísio. Ele estava acompanhado do irmão na hora do crime.

VEJA TAMBÉMAdolescente é executado a tiros na BR-230, entre Sousa e Aparecida; polícia suspeita de acerto de contas

Tenente Anselmo informou que a polícia foi acionada após moradores ouvirem disparos de arma de fogo na rua Padre Luiz Calour, bairro São Sebastião. Chegando ao local, policiais encontraram a vítima no chão ainda com sinais vitais e chamaram o SAMU. Mas ela não resistiu e faleceu na rua.

O irmão da vítima teria reconhecido um dos autores e passou o nome para a polícia, que poucos minutos depois prendeu o suspeito. Ele negou participação no crime. A polícia já tem a identidade do segundo suspeito e está tentando localizá-lo.

Ainda segundo Tenente Anselmo, a mãe da vítima disse que provavelmente o crime foi motivado por dívida de drogas, pois seu filho era usuário e não tinha dinheiro.

DIÁRIO DO SERTÃO

DEPENOU O GALO

VEJA OS GOLS: Atlético de Cajazeiras vence o Treze de Campina e assume a liderança isolada do Paraibano

NA TELA DA TV DIÁRIO

Diário Esportivo traz tudo sobre a 2ª rodada do Paraibano; Tático narra gol da vitória do Atlético

SE CUIDE!

VÍDEO: No Janeiro Branco, Diversidade em Foco promove uma ‘Conversa sobre suicídio e como evitá-lo?’

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”