header top bar

section content

Policial militar reformado atira em duas pessoas por causa de som alto em Cajazeiras e depois foge

O motorista Antônio Ramalho Martins, conhecido como “Hominha”, foi atingido no peito e faleceu

Por Jocivan Pinheiro

23/12/2018 às 11h34 • atualizado em 23/12/2018 às 13h46

Antônio Ramalho Martins, uma das vítimas dos disparos

Duas pessoas foram feridas com tiros de arma de fogo na manhã deste domingo (23) na Zona Norte de Cajazeiras. Segundo informações do Hospital Regional de Cajazeiras (HRC), uma das vítimas deu entrada em estado gravíssimo e não resistiu. O fato aconteceu no bairro Casas Populares.

O motorista Antônio Ramalho Martins, conhecido como “Hominha”, foi atingido na região do tórax. Ele sofreu uma parada cardiorrespiratória, mas foi reanimado pelos médicos. No entanto, seu estado era bastante grave e ele acabou falecendo na sala de cirurgia. Já sua sobrinha, Gislane Ramalho dos Santos, que também foi atingida, não corre risco de morte.

VEJA TAMBÉMPolícia cumpre mandado e prende em Cajazeiras acusado de assassinar idoso a tiros em agosto desse ano

De acordo com informações da Polícia Militar, os disparos teriam sido motivados por uma discussão por causa de som alto. O suspeito é um policial militar reformado que reclamou do volume do som do carro da vítima. A partir daí, teriam iniciado uma discussão até que ele abriu fogo contra Hominha e Gislane e depois foragiu do local. A polícia iniciou diligências para tentar localizá-lo.

DIÁRIO DO SERTÃO

COM OLIVAN PEREIRA

VÍDEO: Exoneração do sobrinho de Rivelino Martins e nomeação de Maura Sobreira agitam o Direto ao Ponto

CONTRA A LIBERAÇÃO

VÍDEO: Comandante da PM de Cajazeiras vê risco de aumentar crimes domésticos e fúteis com posse de arma

EM 2020

VÍDEO: Deputado federal sugere que Chico Mendes pode ser candidato a prefeito de Cajazeiras pelo PTB

UNA FREVO 2019

VÍDEO: Com 16 atrações, destaques nacionais e percurso do frevo, carnaval da cidade de Uiraúna é lançado