header top bar

section content

Sertanejo vai passar ano novo em João Pessoa e acaba assassinado a tiros dentro de residência

O sertanejo foi a capital para passar o ano novo e acabou sendo assassinado. Segundo a PM, o corpo foi encontrado no corredor da casa.

Por Luzia de Sousa

04/01/2020 às 07h47

Sertanejo teria ido passar o ano novo na capital (Foto: Arquivo pessoal)

Tairony Silva Maia, 35 anos, natural de Catolé do Rocha, Sertão da Paraíba foi assassinado a tiros nessa sexta-feira (03), dentro de uma residência no Bairro Valentina Figueiredo, em João Pessoa.

VEJA MAIS: Esposa flagra marido com outra mulher que estava nua e PM é acionada para conter confusão em Sousa

O sertanejo foi a capital para passar o ano novo e acabou sendo assassinado. Segundo a Polícia Militar, o corpo foi encontrado no corredor da casa.

Policiais receberam informação do crime ocorrido em Valentina e começaram a fazer diligencias nas imediações da Zona Sul, quando no Bairro do Grotão policiais da Rotam encontraram um carro branco em atitude suspeita.

De acordo com o Coronel Barros, Comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar, dentro do veículo estavam alguns homens com armas. Houve perseguição policial e troca de tiros.

PM apreendeu armas e um grupo suspeito após o crime

A PM apreendeu três pistolas e quatro suspeitos teriam sido detidos. Este é o primeiro homicídio do ano registrado na capital e região metropolitana.

A polícia vai averiguar a partir de então se o crime ocorrido no bairro Valentina Figueiredo tem alguma relação com o grupo preso com armas.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

PROBLEMA SOCIAL

VÍDEO: Conselho Tutelar notifica pais por causa de crianças pedindo nos semáforos de Cajazeiras

OPÇÃO RELIGIOSA

VÍDEO: Retiro de Carnaval de Pombal anuncia programação da 35° edição com atrações a nível nacional

CAMPEONATO PARAIBANO

VÍDEO: Wesley, Éder Paulista e o técnico Ederson Araújo aprovam estreia do Atlético e elogiam a torcida

FALTA DE COMODIDADE

Professora cobra fiscalização na ocupação de calçadas por comerciantes que interfere a mobilidade urbana