header top bar

section content

Justiça determina afastamento de conselheiro tutelar na cidade de São Bento

Além do afastamento, a Justiça também ordenou o cancelamento do salário do conselheiro, assim como a nomeação do suplente de forma imediata

Por Luiz Adriano

06/11/2020 às 17h49 • atualizado em 06/11/2020 às 18h02

São Bento fica na região de Catolé do Rocha no Sertão do Estado

Um conselheiro tutelar da cidade São Bento, foi afastado do cargo na manhã desta sexta-feira (06) devido a uma investigação que está sendo feita onde o mesmo é acusado de assédio sexual contra um adolescente de 14 anos. A decisão foi proferida pelo juiz substituo José Normando Fernandes da Vara Única da Comarca de São Bento que antecipou os efeitos da tutela de urgência requerida pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB). A Determinação do magistrado também diz respeito à suspensão do salário do conselheiro, assim como a nomeação e posso de maneira imediata do suplente.

O prefeito da cidade será intimado para que não seja feito nenhum ato que possa justificar o pagamento dos proventos ao conselheiro, sendo o executivo obrigado a pagar multa diária no valor de R$ 10 mil a R$ 300 mil caso descumpra com a ordem judicial. O Conselho Tutela e a Secretaria de Assistência Social também serão notificados sobre a decisão.

VEJA TAMBÉM

Paraibano natural de São Bento é assassinado com vários tiros em Caicó, no estado do Rio Grande do Norte

Conforme o Juiz, as acusações ministeriais são graves. “O afastamento liminar do requerido do cargo de conselheiro tutelar está devidamente justificado nos autos, sobretudo em face da gravidade das imputações que lhe são feitas, especialmente se considerado o ofício que lhe é dado desempenhar, e o seu dever moral de manter uma conduta ilibada”, argumentou.

A ação civil pública

A ação civil pública com pedido liminar requerendo o afastamento de um conselheiro tutelar de São Bento foi ajuizada pelo promotor de Justiça Osvaldo Lopes Barbosa. Segundo ele, o acusado enviou vídeo de caráter sexual para um adolescente de 14 anos, existindo prova documental (prints de mensagens enviadas e o vídeo). A Promotoria já requisitou à Polícia Civil a instauração de inquérito policial, o que foi feito pelo delegado de São Bento.

Conforme o promotor, o ajuizamento da ação se fez necessário diante do evidente risco de outras lesões a crianças e adolescentes, por parte do conselheiro, assim como pela falta de ética profissional exigida para desempenhar tal cargo. “Vale destacar que é preciso ‘preservar o nome e a integridade’ do Conselho Tutelar, ‘em prol da transparência e do respeito’ devidos aos munícipes. Verifica-se que o conselheiro réu vem apresentando atitudes incompatíveis com o cargo, agindo de forma a demonstrar absoluta incompatibilidade para o exercício do cargo de membro do Conselho Tutelar, sendo certo ainda que o conselheiro tutelar é devidamente remunerado pelos cofres públicos municipais para o exercício de tal munus”, registrou.

Osvaldo Lopes ressalta, ao pedir a concessão da liminar, a incompatibilidade moral do conselheiro para o exercício das relevantes funções atribuídas ao Conselho Tutelar. Também argumenta que o perigo decorrente da demora da decisão de mérito da ação evidencia-se pelo risco de o conselheiro voltar a praticar conduta imoral e violadora do dever funcional, acarretando lesão a interesses de crianças e adolescentes.

Pedidos

Segundo o promotor, o conselheiro cometeu ato de improbidade administrativa em razão de ter atentado contra os princípios da legalidade (artigo 136 ECA), da moralidade e da lealdade à instituição da qual é membro integrante Conselho Tutelar de São Bento. Por isso, a ação requereu também a perda da função pública, com a cassação de seu mandato de conselheiro; a suspensão de seus direitos políticos por cinco anos; e o pagamento de multa civil de até 100 vezes o valor de sua remuneração.

DIÁRIO DO SERTÃO

DETONOU

VÍDEO: Advogado repudia vice-presidente Mourão após afirmação de que não existe racismo no Brasil

'NUNCA FIZ MAL A NINGUÉM'

VÍDEO: Médico e enfermeiro derrotado nas eleições em Ipaumirim-CE crítica oposição e faz desabafo

ALEGRIA DO SERTANEJO

VÍDEO: Rios transbordam após chuva de 110 milímetros em cidade da região de Princesa Isabel

VAMOS AJUDAR

VÍDEO: Com câncer raro, cearense faz apelo para conseguir dinheiro para cirurgia: “Entrego a Deus”

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!