header top bar

section content

VÍDEO: Censura Livre aponta fragilidade das leis brasileiras e detalha favorecimento da criminalidade

Ao longo do debate, foram trazidas as estatísticas da segurança pública brasileira nos últimos dois anos e os problemas pontuais enfrentados pelas polícias civil e militar no combate à criminalidade

Por José Dias Neto

06/07/2021 às 15h26 • atualizado em 06/07/2021 às 20h16

O Programa “Censura Livre” desta segunda (05) abordou o tema, “O impacto da pandemia nos índices de criminalidade e a resposta do Estado para assegurar a paz social”, e contou com as presenças dos debatedores-apresentadores, engenheiro Alexandre José Cartaxo da Costa, do radialista Aristênio Marques, da advogada Catharine Rolim Nogueira e do advogado Claudenilo Pereira Bezerra, além da presença do convidado Ângelo Lima Mesquita, consagrado repórter policial, da cidade de Cajazeiras.

Ao longo do debate, foram trazidas as estatísticas da segurança pública brasileira nos últimos dois anos e os problemas pontuais enfrentados pelas polícias civil e militar no combate à criminalidade, assim como foram mencionados que os crimes de violência doméstica, crimes contra a liberdade sexual e o crime de tráfico ilícito de substância entorpecente sofreram acentuado aumento de incidência, no período da pandemia, conforme dados obtidos no Anuário da Segurança Pública do Brasil.

VEJA MAIS

VÍDEO: Censura Livre destaca luta da OAB e importância da manutenção da 3ª Vara na Comarca de Cajazeiras

O repórter policial Ângelo Lima, que exerce seu mister na Rádio Arapuan FM de Cajazeiras e é editor-chefe do Blog do Ângelo Lima enfatizou as dificuldades inerentes à profissão de repórter, tendo em vista as limitações para divulgar nomes e imagens de suspeitos. Outro ponto importante tratado pelo repórter foi o sentimento de impunidade que norteia e até fomenta a prática de crimes no Brasil.

Censura Livre debate sobre segurança na TV Diário do Sertão. Foto: Diário do Sertão

O empresário e Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Cajazeiras, engenheiro Alexandre Costa, trouxe um áudio do Comandante do 6º Batalhão de Polícia Militar, com sede em Cajazeiras, Tenente-Coronel Nocolau Terceiro, no qual o oficial relata o trabalho realizado com êxito pela Polícia Militar de Cajazeiras, quando da prisão do criminoso, onde houve troca de tiros com a polícia. O tenente-coronel lamenta, no áudio, não poder divulgar a imagem e o nome do suspeito, mas diz estar a postos para dar uma resposta à sociedade, em todas as oportunidades que a polícia militar puder.

Para o advogado criminalista, Dr. Claudenilo Pereira, “ A polícia esta enxugando gelo”, ao se referir às prisões e ao trabalho investigativo que, não raras vezes, são desfeitos, ante às leis brasileiras que favorecem os criminosos.

O Programa “Censura Livre” vai ao ar todas as segundas-feiras, a partir das 20h, pela TV Diário do Sertão.

DIÁRIO DO SERTÃO

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Colunista detona políticos corruptos e critica apoiadores que dizem “rouba, mas faz”

NO EXERCÍCIO DE 2012

VÍDEO: MPPB investiga ex-prefeito de Cajazeiras por suposta apropriação indébita previdenciária no IPAM

SUBIU O TOM

VÍDEO: Vereadora aliada de Tyrone critica Secretaria de Saúde e diz que existe fila para exames simples

CORAJOSO

VÍDEO: Homem que dorme em cemitério no Alto Sertão diz que não tem medo: “todo mundo tá morto mesmo”

Recomendado pelo Google: