header top bar

section content

VÍDEO: Vítima de feminicídio em Bonito de Santa Fé enviou R$ 15 mil para reforma de casa, diz delegado

De acordo com as investigações, durante o namoro virtual, o homem disse para a mulher que tinha uma casa em Bonito de Santa Fé e que iria fazer a reforma

Por Luiz Adriano

04/10/2021 às 10h48 • atualizado em 04/10/2021 às 10h56

O delegado da 20ª Delegacia Seccional de Polícia Civil de Cajazeiras, Ilamilto Simplício, deu detalhes do feminicídio ocorrido na madrugada deste domingo (03) na cidade de Bonito de Santa Fé, no Alto Sertão paraibano. Segundo o delegado, a vítima, Marilene Monteiro, de 52 anos, é pernambucana e residia no estado de São Paulo. Ela teria conhecido o agressor pela internet.

“O que me chama atenção a outras mulheres ou mesmo homens, no que diz respeito aos cuidados ao se conhecer uma pessoa através da internet, através das redes sociais”, destacou Ilamilto.

VEJA TAMBÉM

Em Bonito de Santa Fé, homem embriagado mata companheira com disparos de arma de fogo e atira no enteado

Marilene Monteiro foi vítima de feminicídio. (Foto: reprodução/redes sociais).

REFORMA DA CASA

De acordo com as investigações, durante o namoro virtual, o homem disse para a mulher que tinha uma casa em Bonito de Santa Fé e que iria fazer a reforma. O delegado informou que a vítima chegou a enviar para ele, a importância de R$ 15 mil para ajudar nessa reforma.

Após o serviço feito, a mulher, juntamente com o seu filho de 16 anos, vieram para a Paraíba e passaram a morar juntos com o então companheiro.

MUDANÇA DE COMPORTAMENTO

De acordo com a narrativa do filho, no primeiro dia de convivência ocorreu tudo dentro dos conformes, mas já no segundo dia ele teria percebido uma mudança de comportamento do seu padrasto. Ele informou para a policia que 15 dias depois, o homem não quis mais conviver com sua mãe e disse que eles teriam que sair da casa. O adolescente falou que o suspeito comprou uma casinha simples no valor de R$ 8 mil e mandou eles para essa nova residência.

FALSO ARREPENDIMENTO

Segundo o jovem, dias depois, o homem voltou a procurar sua mãe dizendo está arrependido, e ela acabou voltando a conviver com ele novamente. O rapaz falou que as discussões voltaram a acontecer, mas segundo ele, nunca teve agressões físicas.

O FEMINICÍDIO

Conforme apurado pela Polícia Civil, o casal estava em uma festa na residência de um vizinho, sendo que ela retornou para casa e seu companheiro teria permanecido lá. Por volta de meia noite ele teria saído da festa e só teria chegado em casa às 4h da madrugada do domingo (03). Após uma discussão com sua companheira, ele disparou cinco tiros de arma de fogo contra ela. O filho da vítima disse que ao atirar contra sua mãe, o agressor falou: “olha o que é que eu tenho para você” e efetuou os disparos.

A vítima foi identificada como Marilene Monteiro, de 52 anos. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) esteve no local e constatou que a mulher teve morte imediata. O filho dela foi socorrido a uma unidade hospitalar e em seguida foi liberado.

Conforme a polícia, o suspeito é mecânico e tem 56 anos. Ele fugiu com destino ignorado, mas a polícia continua em diligências em busca de capturá-lo. As investigações apontam que ele já tinha histórico de agressões contra a ex-companheira.

Veja mais um vídeo do delegado Ilamilto Simplício falando do caso:

DIÁRIO DO SERTÃO

DE PARABÉNS

VÍDEO: João Azevêdo parabeniza Patos pelos 118 anos e destaca investimentos superiores a R$ 320 milhões

AUTOMÓVEL DESTRUÍDO

VÍDEO: Acidente com capotamento é registrado na BR-230 em Cajazeiras e motorista é socorrido ao HRC

AÇÃO RÁPIDA

VÍDEO: Bandidos invadem residência em Pombal durante a madrugada e PM consegue impedir ação de meliantes

SUCESSO

VÍDEO: Acústico Diário recebe dupla da região de Sousa pela segunda vez e programa bomba em audiência

Recomendado pelo Google: