header top bar

section content

VÍDEO: Delegado lamenta brechas na Lei ao prender meliante com vasta ficha criminal, em Cajazeiras

O indivíduo que foi preso, completa neste dia 1º de dezembro, 26 anos de idade. "Vamos ver quanto tempo ele vai passar preso", disse o delegado indignado com às legalidades existentes na Lei brasileira

Por Luiz Adriano

01/12/2021 às 12h44 • atualizado em 01/12/2021 às 12h51

Um indivíduo suspeito de praticar um furto na cidade de Cajazeiras, foi preso no início da manhã desta quarta-feira (1º). A prisão se deu por intermédio da Polícia Civil, Seccional Cajazeiras, através do Grupo de Repressão Qualificada (GRQ) em conjunto com a Polícia Militar.

Na ação, foram recuperados uma pistola da marca GLOCK, Cal.380, modelo G25 e outros pertences, conforme boletim de ocorrência registrado no último dia 27 de novembro em Cajazeiras.

VEJA TAMBÉM

VÍDEO: “De altíssima periculosidade”, diz delegado sobre três suspeitos presos em São José de Piranhas

(Foto: divulgação).

O investigado, que hoje, dia 1º de dezembro, completa 26 anos de idade, foi identificado e preso pelas forças de segurança e em seguida conduzido à Delegacia de Polícia Civil para realização dos procedimentos cabíveis.

No momento da abordagem o investigado não reagiu à prisão e informou aos Policiais o local onde os objetos furtados estavam.

Conforme o delegado Seccional de Cajazeiras, Ilamilto Simplício, o investigado é figura conhecida na área policial pela prática de diversos arrombamentos e furtos na região. A autoridade disse que, apesar da pouca idade, o indivíduo é dono de uma vasta fixa criminal e tem incontáveis passagens pela polícia.

O delegado lamentou a existência de brechas na Lei Criminal Brasileira e disse que o meliante mais uma vez foi preso e que é questão de tempo para ser solto e praticar os mesmo delitos novamente.

“Vamos ver quanto tempo ele vai passar preso e quanto tempo ele voltará a cometer os mesmos crimes e quanto tempo nós vamos demorar para prender ele novamente. Com isso quem sofre as consequências é a sociedade”, ressaltou.

ERRO NA GRAVAÇÃO

Na fala do delegado, ele se refere à cidade de Sousa como o local onde aconteceu o furto, no entanto, o caso se deu em Cajazeiras. Conforme o próprio delegado em conversa com o Diário do Sertão, foi um erro na hora da gravação: “Falei Sousa por equívoco”, disse Ilamilto Simplício.

DIÁRIO DO SERTÃO

AVALIAÇÃO NEGATIVA

VÍDEO: Presidente do PT municipal critica ausência de Zé Aldemir e diz que Cajazeiras está sem prefeito

MOTIVO DE SAÚDE

VÍDEO: Prefeito de Sousa cancela entrevista após se sentir ‘indisposto’; secretário não confirma Covid

161ª VÍTIMA FATAL

VÍDEO: Idosa de 104 anos morre na cidade de Sousa e exames confirmam que ela tinha Covid-19

EFEITO NAS PESQUISAS

VÍDEO: Militante avalia que Bolsonaro está ‘derretendo’ porque fake news não estão mais surtindo efeito

Recomendado pelo Google: