header top bar

section content

Junior Araújo candidato a prefeito, Zé Aldemir ‘fugindo da briga’ e Carlos Antônio com moral para decidir o vice estão na Faisqueira. CONFIRA!

Em Reunião na casa de Adjamilton Pereira, nome de Junior Araújo teria sido posto para vice-prefeito das oposições e José Aldemir não teria gostado

Por Jocivan Pinheiro

11/07/2016 às 22h11 • atualizado em 11/07/2016 às 22h12

JJC

Saúde de ferro – Dra. Paula Meireles ocupou os microfones da Rádio Alto Piranhas para desmentir boatos que circularam na cidade de Cajazeiras e dizer que o seu marido, deputado estadual e pré-candidato a prefeito de Cajazeiras, José Aldemir Meireles (PP), está com a saúde em dia, sem nenhuma doença.

Conspiração – Teria sido realizada uma reunião na residência do advogado Adjamilton Pereira, sem a participação do pré-candidato pelas oposições, onde teria sido posto o nome do vice-prefeito de Cajazeiras, Júnior Araújo, para ser o candidato das oposições. José Aldemir não teria gostado ‘nadica’ de nada da ideia.

Gritando pelo santo – O articulador político da situação, médico Carlos Antonio, ao tomar conhecimento desta “conspiração”, apressou-se e fez uma declaração a um dos sites de Cajazeiras produzindo uma poderosa informação: diante do clamor da cidade em possuir um deputado federal, propôs com muita firmeza o nome de Júnior Araújo. Gritou pelo santo antes que a cobra morda.

Jura nos pés do santo – Um poderoso, fiel e antigo aliado do deputado José Aldemir deu um grande murro na mesa que fez os “troços” balançaram e bradou: “José Aldemir não será candidato a prefeito de Cajazeiras, quem viver, verá”.

Só morto – Mas o deputado tem bradado aos quatro ventos e a uma banda da lua que só a morte o impediria de ser candidato a prefeito de Cajazeiras. O que será que este fiel amigo sabe e outros não têm conhecimento?

Não é comigo – O deputado estadual Jeová Campos (PSB) tem confidenciado a alguns amigos que a divulgação do nome do parceiro de chapa da prefeita Denise, que concorre à reeleição, caberá exclusivamente a Carlos e à própria prefeita, e concordará em gênero, número e grau com o nome que for escolhido.

Em queda – O município de Sousa, após a conclusão da biometria, diminuiu 3.923 eleitores. Na eleição de 2014 esse número era de 47.482 eleitores e depois do recadastramento estarão aptos a votar 43.564.

Em alta – Enquanto o município de Sousa perdeu 3.923 eleitores com relação às eleições de 2014, em Cajazeiras houve um acréscimo de 942. Em 2014 eram 44.464 e em 2016 estarão aptos a votar 45.406 eleitores. Em Cajazeiras ainda não foi realizada a biometria.

Vencendo uma – O município de Cajazeiras conquista o segundo lugar em número de eleitores no Sertão da Paraíba; primeiro é Patos e o terceiro é Sousa.

Vigilante – O Ministério Público Eleitoral já comunicou aos agentes políticos que tem como constatar o uso de caixa dois nas eleições: confrontando o valor da declaração dos gastos a serem realizados com o volume da campanha, se houver exagero, não será necessário nem haver denúncia, o MP é quem vai tomar as dores.

Precaver-se – A prefeita de Cajazeiras, Dra. Denise, deverá reunir todos os seus auxiliares, junto com advogados especialistas em Legislação Eleitoral, para passar timtim por timtim as informações necessárias para que não haja nenhuma ranhura ou descumprimento da lei. Seguro morreu de velho.

Gazeta do Alto Piranhas

Recomendado para você pelo google

ESPORTE E EDUCAÇÃO

VÍDEO: Colégio Nossa Senhora do Carmo, em Cajazeiras, encerra o ano letivo 2019 com Olimpíadas Internas

ORÇAMENTO DEMOCRÁTICO

VÍDEO: Conselheiros do OD se confraternizam em Cajazeiras e já iniciam debates sobre as ações para 2020

EDUCAÇÃO E EMPREGO

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe coordenadora e estudantes do Núcleo de Empregabilidade da FSM

MISSÃO CUMPRIDA

VÍDEO/FOTOS: Prefeito encerra aniversário de Santa Helena com mais inaugurações e shows em praça pública