header top bar

section content

Justiça Eleitoral da cidade de Cajazeiras tem três pedidos de impugnação de candidatura para decidir nesta segunda-feira. CONFIRA!

Segundo o chefe do Cartório da 42ª Zona Eleitoral, as ações pedem impugnação de candidaturas são de propaganda irregular

Por Jocivan Pinheiro

12/09/2016 às 14h39 • atualizado em 12/09/2016 às 16h15

Até as 19 horas desta segunda-feira (12), a Justiça Eleitoral de Cajazeiras tem pelo menos três AIJE (Ação de Investigação Judicial Eleitoral) para decidir por deferimento ou indeferimento de candidatura.

Segundo o chefe do Cartório da 42ª Zona Eleitoral, Sergio Brandão, as ações pedem impugnação de candidaturas com base em propaganda irregular. “Até o último instante tudo pode acontecer. Estamos prontos para isso, aguardando qualquer novidade. Os demais já foram lançadas as sentenças sem impugnação”, disse Sergio Brandão.

VEJA TAMBÉM

» Candidatura de Denise Oliveira em Cajazeiras é homologada por juíza eleitoral

» Juíza impugna candidato a vereador de Cajazeiras por falta de filiação partidária

No mês passado, o juiz da 68ª Zona Eleitoral em Cajazeiras, Jeremias de Cássio, que é responsável por fiscalizar a Propaganda Eleitoral, reuniu candidatos e representantes das coligações das cidades de Cajazeiras, Bom Jesus e Cachoeira dos Índios para firmarem um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) sobre às propagandas durante a campanha.

No entanto, de acordo com Sergio Brandão, a maioria das acusações feitas por coligações adversárias são com relação a supostos descumprimentos desse TAC.

DIÁRIO DO SERTÃO

ENTREVISTA ESPECIAL

DIA DO MÉDICO: Um dos médicos mais respeitados de Cajazeiras relata fatos marcantes do seu ‘sacerdócio’

RESULTADOS MARCANTES

VÍDEO: Na capital, jornalista cajazeirense avalia vitória de Azevêdo e derrota de Cássio: “Foi um marco”

ACONTECE EM NOVEMBRO

VÍDEO: Secretária da Prefeitura e gerente do Sebrae dão detalhes sobre a feira Expo Negócios Cajazeiras

EPISÓDIO 5

VÍDEO: Programa Coisas de Cajazeiras especial reverencia os mestres na arte de educar: os professores