header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Após vazar áudio em redes sociais, prefeito de Sousa responde provocações de irmão do vice-prefeito

“Continuar no ritmo acelerado. Tenho tempo pra desocupado não”, alfinetou Tyrone durante sua fala à TV Diário do Sertão.

Por Luzia de Sousa

17/10/2017 às 00h36

Em participação no programa Balanço Diário da TV Diário do Sertão nessa segunda-feira (16), o prefeito da cidade de Sousa, Fábio Tyrone (PSB) respondeu as declarações do irmão do seu vice-prefeito, Zenildo Oliveira (PSD).

+ VAZOU: Irmão do vice-prefeito promete derrubar Tyrone em batalha judicial e taxa prefeito de vagabundo

Inicialmente o prefeito disse não dá importância as declarações de Cezanildo Oliveira, pois seu governo continua em ritmo acelerado na construção e entrega de obra para a população.

“Continuar no ritmo acelerado. Tenho tempo pra desocupado não”, alfinetou Tyrone durante sua fala à TV Diário do Sertão.

Boa notícia
Ele aproveitou para anunciar o pagamento do funcionalismo, que segundo ele, já iniciou nessa segunda-feira e se estenderá até o dia 30 de outubro.

Entenda
Um áudio divulgado nas redes sociais e aplicativos de mensagens nesta segunda-feira (16) movimentou a cidade de Sousa e pode causar estremecimento na base do prefeito Fábio Tyrone (PSB). O áudio foi publicado também no Blog do Heron Cid, na capital do estado.

O conteúdo trata-se de uma declaração polêmica feita pelo irmão do vice-prefeito, Cezanildo Oliveira, onde assegura que vem trabalhando para condenar o prefeito em processo judicial com o objetivo de Zenildo Oliveira (PSD), assumir a prefeitura.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local

EX-ALIADO

VÍDEO: Vereador revela que defender professores foi a ‘bomba’ que iniciou rompimento com José Aldemir