header top bar

section content

TRF-5 anula sentença contra ex-prefeito de Cajazeiras e manda processo de volta para a Paraíba

O relator do processo, André Luis Maia Tobias Granja mandou devolver o processo ao juiz, que segundo ele, sentenciou o político de forma antecipada

Por Luzia de Sousa

13/03/2018 às 17h59 • atualizado em 13/03/2018 às 18h00

Carlos Antonio, ex-prefeito de Cajazeiras (Foto: DS)

O ex-prefeito de Cajazeiras Carlos Antônio conseguiu anular uma sentença da Justiça Federal da Paraíba condenando ele por improbidade administrativa. O relator do processo, André Luis Maia Tobias Granja mandou devolver o processo ao juiz, que segundo ele, sentenciou o político de forma antecipada, sem garantir a ampla defesa

O caso envolve a execução do Contrato de Repasse nº 0131629-44/2001, celebrado entre o município de Cajazeiras e o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), que objetivava a execução de obras de urbanização do Açude Grande.

Carlos Antônio alegou cerceamento de defesa, uma vez que a ação teria sido julgada de forma antecipada, sem o devido processo legal.

“No caso vertente, o feito não estava pronto para julgamento, uma vez que as provas requeridas pelos apelantes poderiam elucidar melhor a questão, podendo comprovar a inexistência de dano ao erário e a aprovação pela fiscalização do órgão concedente, circunstâncias alegadas em suas defesas, pelo que houve a ocorrência de erros pelo magistrado sentenciante ao não abrir a instrução e julgar o processo de forma antecipada”, escreveu o relator do processo.

DIÁRIO DO SERTÃO com Os Guedes

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Deputado cajazeirense abre o jogo e revela com quem fica após o racha no PSB da Paraíba

EDUCAÇÃO

VÍDEO: Xeque Mate fala sobre tradicional colégio de Cajazeiras e recebe diretora, professoras e alunas

ALUNOS DÃO SHOW

VÍDEO: 3º dia da Mostra de Conhecimentos destaca a natureza, tecnologias, leitura, teatro e matemática

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: advogado sousense fala sobre a redução da maioridade penal. Você é contra ou a favor?