header top bar

section content

Após denunciar supostos desvios de dinheiro na prefeitura, vereador da cidade de Sousa vira alvo de CPI

Segundo Cacá Gadelha, o relatório mostra detecta vícios e inconstitucionalidades na prestação de contas municipal.

Por Diário do Sertão

18/03/2018 às 15h05

Vereador Cacá Gadelha

Após declarações do vereador, líder da oposição em Sousa, Adilmar de Sá Gadelha (Cacá Gadelha – PSDB), na tribuna da Câmara Municipal, onde apresentou um relatório prévio de auditoria do Tribunal de Contas do Estado, que consta o resultado do acompanhamento da gestão do prefeito Fábio Tyrone (PSB), exercício de 2017, a banda situacionista resolveu instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar a administração do colega, durante sua passagem na presidência da Casa legislativa.

Segundo Cacá Gadelha, o relatório mostra detecta vícios e inconstitucionalidades na prestação de contas municipal.

Tyrone rebateu as acusações e desafio do o vereador, que em entrevista à imprensa sousense topou e se dispôs a provar a denúncia de desvios de dinheiro.

“Aceito o desafio . Parece que o prefeito tem memória curta ou acha que somos bobos. Com relação as denúncias de desvio de dinheiro , ele esqueceu dos casos da Hope Medical , do Glaucoma , da creche do Angelim , da construção daUupa , do canal vivo. São todas denúncias do Ministério Público Federal que o senhor prefeito enfrenta” disse Cacá,

CPI
Munida de uma farta documentação, os parlamentares da base de situação vão mergulhar nas profundezas de uma grave denúncia que tem seu princípio no Parecer do Ministério Público da Paraíba (MPPB), apontando o não recolhimento do INSS. Pior, questionando-se o que foi feito do dinheiro. Fato que se traduz em crime de natureza administrativa e também criminal.

A situação, uníssona, pretende apresentar o requerimento pedindo a CPI já na próxima semana. Para tanto existe um terreno fértil e propício para se alcançar tal objetivo. Primeiro, há provas suficientes de irregularidades nos dois anos de presidência do vereador Cacá Gadelha, levando-se em consideração o que diz o MPPB. São dez vereadores contra seis de oposição. Resultado, a CPI se cria com muita facilidade.

A discussão sobre o assunto promete não apenas um grande embate no plenário do Legislativo sousense, mas um ineditismo, haja vista que na história da Câmara Municipal de Sousa não se registra nenhum caso de criação de CPI. Outro detalhe, com a CPI levando a cabo a apuração de todas as denúncias, o resultado será a cassação do mandato de Cacá Gadelha.

DIÁRIO DO SERTÃO

MAIS "FÉRIAS"

VÍDEO: Vereadores de Paulista aprovam aumento de recesso para 105 dias: “Um tapa na cara da população”

MUNICÍPIO RACHADO

VÍDEO: Vice-prefeito de Piancó confirma rompimento com o prefeito e anuncia apoio a Pedro Cunha Lima

RESPOSTA

VÍDEO: Secretário de Saúde de São João que teria sido chamado de analfabeto, rebate Zé Aldemir

FIM DE UMA ERA

VÍDEO: Zé Aldemir cancela Xamegão tradicional e diz que vai realizar dois dias de ‘festa fora de época’

Recomendado pelo Google: