header top bar

section content

Justiça determina afastamento imediato do prefeito de Pombal e perda dos direitos políticos

Dr. Verissinho foi condenado em ação movida pelo Ministério Público em face de conduta vedada e improbidade administrativa

Por Jocivan Pinheiro

14/04/2018 às 18h07 • atualizado em 14/04/2018 às 18h12

Dr. Verissinho, prefeito de Pombal

O juiz Antônio Eugênio, membro da Meta 4 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), acatou ação do Ministério Público e determinou o imediato afastamento do prefeito de Pombal, Abmael de Sousa Lacerda, conhecido como Dr. Verissinho, do MDB.

Verissinho foi condenado em uma ação movida pelo MP em face de conduta vedada e improbidade administrativa. A sentença foi dada ainda no mês de dezembro de 2017, no último lote do mutirão de Improbidade Administrativa, porém só agora chegou à Comarca de Pombal.

VEJA TAMBÉM: Polícia prende suspeito de ter roubado estabelecimento comercial em Pombal

Na sua sentença, o juiz Antônio Eugênio, que é titular da Comarca de Itaporanga, afirma que depois de analisar o processo, verificou-se que foi montada uma “máquina de manipulação de licitações da Prefeitura de Pombal com a intenção clara de dilapidar o patrimônio público.”

O juiz determinou o afastamento do prefeito das funções públicas, perda dos diretos políticos por quatro anos, além de multa. A Câmara de Vereadores deve providenciar o afastamento imediatamente.

Nessa mesma ação, porém na Vara Criminal, o prefeito já foi condenado a 10 anos de prisão. Ambas as decisões necessitam de julgamento por um colegiado, o que permite que Dr. Verissinho ingresse com pedido de liminar e tente se sustentar no cargo.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Se reforma da Previdência não cortar privilégios, sociedade deve ‘gritar’ contra ela, diz padre

INFRAESTRUTURA

VÍDEO: Chuvas destroem ruas de Cajazeiras que não são pavimentadas e moradores cobram ação da Prefeitura

VETERANO DA MÚSICA

VÍDEO: Em Cajazeiras, cantor de renome nacional critica sertanejo universitário: “Virou uma baderna”

COBRA REAJUSTE DE 2018

VÍDEO: Sindicalista elogia Zé Aldemir por salário de professores, mas diz que felicidade é ‘entre aspas’