header top bar

section content

VÍDEO: Prefeito interino de Patos prevê volta de Dinaldinho após afastamento por suspeita de fraude

O prefeito foi afastado do cargo e outras 12 pessoas foram denunciadas após a operação "Cidade Luz", deflagrada no dia 2 de agosto.

Por Luzia de Sousa

27/05/2019 às 10h29 • atualizado em 27/05/2019 às 11h36

O prefeito interino da cidade de Patos, Sertão da Paraíba, Sales Júnior (PRB) falou nesse final de semana sobre a volta de Dinaldo Wanderley (Dinaldinho – PSDB) a comandar a prefeitura municipal.

VEJA TAMBÉM:  BOMBA: Ministério Público denuncia 13 investigados e Justiça afasta prefeito de Patos suspeito de fraude

De acordo com o gestor em exercício, a volta de Dinaldinho é certa, pois o processo continua em andamento.

“Ele está afastado, e eu apenas estou assumindo o cargo de prefeito na condição de sucessor da pasta, mas Dinaldinho pode voltar a qualquer momento”.

De acordo com Sales Junior, a volta do prefeito afastado ocorrerá em breve.

O CASO
O prefeito foi afastado do cargo e outras 12 pessoas foram denunciadas após a operação “Cidade Luz”, deflagrada no dia 2 de agosto comandada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB), que investiga fraudes em contratos de iluminação pública na cidade do Sertão paraibano.

A Justiça também determinou o comparecimento a todos os atos processuais para os quais forem convocados, proibição de acesso ou frequência à sede da Prefeitura de Patos, secretarias e à Comissão Permanente de Licitação e proibição de se ausentarem do Estado sem autorização do juiz-relator.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ciro diz que Ricardo ‘prejudicou-se na sucessão’, mas elogia Azevêdo: “Seria uma honra no PDT”

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras diz que “pobreza se avoluma cada vez mais nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”

PROJETO DE LEI

VÍDEO: Comentarista diz que críticas ao leilão de imóveis da Prefeitura de Cajazeiras é ‘politicagem’