header top bar

section content

VÍDEO: Em Cajazeiras, professor de Santa Catarina diz que Bolsonaro está montando regime proto-fascista

Nildo Ouriques esteve em Cajazeiras como convidado da 11ª Semana Nacional de História da UFCG

Por Jocivan Pinheiro

29/08/2019 às 15h50 • atualizado em 29/08/2019 às 15h53

Em entrevista ao programa Olho Vivo, o professor Nildo Ouriques, do Departamento de Economia da Universidade Federal de Santa Catarina, opinou sobre a possibilidade de impeachment do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Nildo Ouriques esteve em Cajazeiras como convidado especial da 11ª Semana Nacional de História da UFCG.

Para Ouriques, o governo Bolsonaro segue duas linhas: a proto-fascista e a agenda ultraliberal ‘entreguista’ do ministro da Economia Paulo Guedes. Segundo o professor, elas são motivo suficiente para o impeachment, mas a iniciativa não deve partir apenas do Congresso, mas da população.

“Isso já é motivo suficiente para destituir o presidente. Mas a destituição do presidente, mais do que uma manobra parlamentar, depende de algo fundamental, que é a gente ter maioria na população, e a população votou num político degradado, um militar de quinta categoria, porque entendia, erroneamente, que ele vinha para mudar tudo isso que está aí, e ele não mudou porque ele não pode entregar aquilo que prometeu”.

VEJA MAIS: Bolsonaro é comparado ao filme “O Massacre da Serra Elétrica” em programa de TV

Nildo Ouriques, que é membro do Diretório Nacional do PSOL, critica os partidos de esquerda que não são radicais e afirma que a esquerda brasileira tem que se ‘credenciar’ com a maioria da população para ter chance de assumir o poder um dia.

“A população brasileira está absolutamente carente de ter uma referência crítica, por isso que eu defendo que o PSOL tenha uma política que eu chamo de radicalismo político, porque nós estamos vivendo uma época de polarização e não haverá saída negociada”.

Redação DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Secretário de João Azevêdo defende aproximação de Dra Paula e Zé Aldemir ao Governo estadual

BRIGA NO CARNAVAL

VÍDEO: Autoridades policiais revelam que suspeitos do crime na Vila Nova em Cajazeiras alegaram vingança

SAÚDE

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe médico radiologista e tira dúvidas sobre os exames por imagem

CRISE NO PSB

VÍDEO: Nonato Bandeira evita dar resposta a Ricardo por determinação de João Azevêdo: “Estamos focado no trabalho”