header top bar

section content

VÍDEO: Senador paraibano alvo da Operação Sanguessuga diz que prova honestidade

Segundo Ney Suassuna, a intenção das denúncias foi para desmoralizar sua pessoa

Por Luiz Adriano

27/11/2020 às 15h58 • atualizado em 27/11/2020 às 15h59

O senador Ney Suassuna (Republicanos), disse em entrevista ao Programa Olho Vivo da TV Diário do Sertão que é inocente quanto às acusações sofridas por ele concernente à Operação “Sanguessugas”. O parlamentar falou sobre a publicação da Folha de São Paulo, a qual informou que ele teria recebido R$ 2.500,00 na época, referente a pagamentos de propina em troca de emendas destinadas à compra de ambulâncias. Ele ressaltou que tal denúncia “não era plausível” de prisão, mas o propósito do então jornal foi de desmoralizá-lo. Ney Suassuna disse que durante seu mandato fez doação de 82 ambulâncias.

VEJA TAMBÉM

MPF ajuíza ação de improbidade contra deputado; nove empresas estão envolvidas em fraudes a licitações

Segundo o parlamentar, o Ministério Público (MP), após seis anos, disse para o juiz responsável pelo caso, que desconsiderasse as acusações, porque as mesmas seriam improcedentes. Ele informou que entrou com uma Ação contra a União, no entanto, não foi correspondido: “Entrei contra a União. Eu queria apenas um pedido de desculpas, mas não pediram desculpas e até hoje ta rolando esse processo. Faz quase 10 anos que ta parado no Conselho Nacional do Ministério Público”, lembrou o senador.

A Operação Sanguessuga foi deflagrada pela Polícia Federal em 2006. Na época, 48 pessoas foram presas e 53 mandados de busca e apreensão cumpridos. Em janeiro deste ano, a Justiça Federal condenou o ex-deputado federal Renildo Leal dos Santos e o empresário Luiz Antônio Trevisan Vendoin por superfaturamento na aquisição de ambulâncias para o município de Placas, no oeste do Pará, ainda referente ao esquema que, nos anos 2000, ocorreu em várias compras públicas pelo país e ficou conhecido como máfia das ambulâncias ou escândalo dos sanguessugas.

DIÁRIO DO SERTÃO

COLAPSO

VÍDEO: Empresário cajazeirense que mora em Roraima revela que oxigênio deve acabar em 14 dias

SAÚDE

VÍDEO: Após crise no Amazonas, diretor do Hospital Regional diz se o oxigênio pode acabar em Cajazeiras

VAMOS AJUDAR

VIDEO: Dona de casa chora ao fazer apelo por comida e medicações em Cajazeiras: ‘Tenho dois filhos’

NOS BRAÇOS DO POVO

VÍDEO: Vereador da região de Sousa que tomou posse dentro da prisão é recebido com festa pela população

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!