header top bar

section content

Ministério Público investiga prefeito de Pombal por ter sido o primeiro a tomar vacina na cidade

O promotor do MPPB, Leidimar Almeida Bezerra, que atua na área de Pombal, disse que vai averiguar se o prefeito usou de sua posição social para usufruir do benefício.

Por Luiz Adriano

20/01/2021 às 12h24 • atualizado em 20/01/2021 às 12h33

O prefeito de Pombal será investigado por ter sido o primeiro a tomar a vacina contra a Covid-19 no município e não fazer parte da linha de frente no enfrentamento da doença.

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) anunciou na manhã desta quarta-feira (20) por meio do promotor Leidimar Almeida Bezerra, que irá investigar o caso do prefeito de Pombal, Abmael Lacerda (MDB), conhecido popularmente por Dr. Verissinho, que foi o primeiro a tomar a vacina contra o Coronavírus no município.

A acusação contra o executivo é que ele teria furado a fila. O prefeito é médico e tem 66 anos, no entanto, as informações são de que Abmael não exerce a função médica, o que deixa ele fora do padrão exigido pela Secretaria de Saúde para ser imunizado neste primeiro momento.

VEJA TAMBÉM

Prefeito de Pombal ‘fura fila’ e recebe primeira dose da Coronavac sem pertencer ao grupo prioritário

O promotor do MPPB, Leidimar Almeida Bezerra, atua na área de Pombal. Ele disse que vai averiguar se o prefeito usou de sua posição social para usufruir do benefício ou se realmente ele faz parte do grupo classificado para tomar a vacina deste primeiro lote: “O plano de vacinação estabelece grupos prioritários, dentre os quais profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate ao novo coronavírus. Esse procedimento vai investigar se o prefeito se enquadra nesse grupo, já que ele é médico, mas precisamos saber se ele atua na linha de frente no combate ao novo coronavírus”, explicou.

Segundo Leidimar, O MPPB também irá apurar se há alguma outra pessoa que tenha se vacinado de maneira irregular em Pombal. Caso fique comprovado o benefício pessoal na vacinação, serão tomadas medidas necessárias.

Dr. Veríssimo foi o primeiro a ser vacinado na cidade de Pombal. (Foto: Reprodução)

O prefeito se justificou e disse que não atua diretamente na UTI, mas atende pessoas com a doença cotidianamente: “Eu me candidato a receber a primeira dose não como prefeito, mas como médico atuante. Não estou na UTI, mas estou sempre atendendo pessoas que têm contato com a Covid. Também me considero fazendo parte do enfrentamento da Covid. Até porque eu não me escondi, não deixei de me encontrar com as pessoas, estou na linha de frente dos problemas da prefeitura e do Covid”, relatou.

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, se pronunciou e disse que o prefeito por ser médico não daria a ele o direito de se vacinar, visto que, apenas profissionais da linha de frente têm prioridade nesse primeiro momento da vacinação.

DIÁRIO DO SERTÃO

ALEGRIA E APREENSÃO

VÍDEO: Passando pela BR-230, equipe da TV Diário do Sertão registra forte chuva na região de Patos

SERTÃO ESTÁ "NO RADAR"

VÍDEO: Secretário executivo de Educação da Paraíba anuncia liberação de recursos para obras em escolas

VEM MAIS POR AÍ

VÍDEO: Após chuvas no Sertão paraibano, moradores registram primeiros açudes e rios transbordando

ENTREVISTA EXCLUSIVA

VÍDEO: Wilson Filho fala sobre HU Sertão, leitos e tomógrafo no HRC e obras em Uiraúna e Cajazeiras

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!