header top bar

section content

Juíza cassa mandato de prefeita e vice no Sertão; gestora deve pagar R$ 10 mil de multa. Veja!

Os autores da ação foi a coligação Coligação "Unidos Para o Bem de Pombal"

Por

16/05/2015 às 08h00

Prefeita Polyana e vice são cassados

A juíza da 31ª Zona eleitoral, Isabelle Braga Guimarães de Melo cassou nessa sexta-feira (15) os mandatos da prefeita Polyana Dutra (PT) e do vice-prefeito de Pombal, Geraldo Arnaud de Assis Júnior (PSDB). A sentença só deve publicada na segunda-feira (18).

Polyana e Geraldinho respondiam à uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), acusados de abuso de poder político e econômico por causa da realização de contratações temporárias por excepcional interesse público em 2012, ano da eleição municipal.

Os autores da ação foi a coligação Coligação "Unidos Para o Bem de Pombal", que teve como candidatos Mayenne-Van Bandeira (PMDB) e Claudenildo Alencar Nóbrega (Galego- PMDB).

A juíza ainda aplicou multa de R$ 10 mil apenas à prefeita Polyana, por entender que a mesma era a única que detinha poderes para realizar contratações no Município de Pombal, não ficando provado que Geraldinho teve participação direta nos atos.

Após a publicação da decisão, os cassados poderão recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral.

DIÁRIO DO SERTÃO com Liberdade PB

Tags:

Recomendado para você pelo google

INDICAÇÕES DE CARGOS

VÍDEO: ‘Caça às bruxas’ de Jeová e Júnior pode render 2 mil votos para Zé Aldemir em 2020, diz colunista

INCENTIVO À CULTURA

VÍDEO: Projetos aprovados pelo FUMINC em Cajazeiras poderão ser anunciados na segunda semana de abril

PREFEITO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Durante implantação da Zona Azul, José Aldemir agradece aos comerciantes e provoca a oposição

NESTE DIA 21

VÍDEO: 7ª Conferência Municipal de Saúde discute com o povo avanços e necessidades do SUS em Cajazeiras