header top bar

section content

Ao lado de Aécio Neves, Cássio denuncia e lamenta perseguição aos médicos no Sertão

Durante comício em Patos, na presença do presidenciável Aécio Neves, senador e candidato a governador relata episódios lamentáveis

Por

22/08/2014 às 15h46

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato da Coligação “A Vontade do Povo” ao governo da Paraíba, anunciou na noite desta quinta-feira (21) que, se for eleito governador, os médicos que prestam serviços ao Estado na  cidade de Patos deixarão de ser perseguidos.

Cássio participou juntamente com Ruy Carneiro (candidato a vice), Wilson Santiago (candidato a senador) e Aécio Neves (candidato a presidente) de comício no bairro de São Sebastião, em Patos, da Coligação “A Vontade do Povo”.

Segundo o senador, o governo do Estado vem promovendo perseguição a diversos profissionais, com destaque para os médicos que trabalham em hospitais públicos. Os casos mais graves acontecem nas cidades de Patos e Pombal.

“Em Pombal, o Doutor Verissinho foi obrigado a acionar a Justiça para poder entrar no Hospital do Estado em Pombal. Isso é um absurdo, um ato de violência por parte do governo. Mas essas perseguições vão acabar a partir de janeiro”, disse ele.

No percurso da viagem entre Patos em Pombal Cássio pediu a Aécio Neves, caso seja eleito presidente, a construção de um Hospital em Patos que possa atender a região de todo o Sertão da Paraíba. 

Fonte: Ascom

Tags:

Recomendado para você pelo google

RELAÇÃO COM EMPRESÁRIOS

VÍDEO: Prefeito de Cajazeiras não descarta fazer uma reforma tributária e manda recado para ‘algozes’

SERVIÇO MILITAR

VÍDEO: Quase 100 novos atiradores são incorporados ao Tiro de Guerra de Cajazeiras durante solenidade

TRIMESTRE CHUVOSO

VÍDEO: Açude Grande de Cajazeiras sangra pela primeira vez em 2019 e traz esperança para a população

ELITISMO?

VÍDEO: Escolas federais têm segurança, mas as outras são ‘destratadas’, afirma diretor em Cajazeiras