header top bar

section content

Vereadores só votam em orçamento/2010 se prefeito pagar o 13º a servidores

A coisa começa a esquentar na Câmara de Vereadores de Sousa, após a bancada de oposição anunciar que não vai votar o Orçamento/2010 caso o prefeito Fábio Tyrone (PTB), não sente para negociar o atraso salário de dezembro e 13º de 2008. “É mais um fato que temos que agir para podermos ter acesso a […]

Por

11/11/2009 às 22h57

A coisa começa a esquentar na Câmara de Vereadores de Sousa, após a bancada de oposição anunciar que não vai votar o Orçamento/2010 caso o prefeito Fábio Tyrone (PTB), não sente para negociar o atraso salário de dezembro e 13º de 2008.

“É mais um fato que temos que agir para podermos ter acesso a esse prefeito que ai se encontra. É do nosso pensamento em não votar o Orçamento, e digo por que: não é questão de revanchismo, é questão sim de não se dar atenção a nada do que se tenta discutir nesta cidade”, ponderou o Líder da Bancada de Oposição na Câmara de Vereadores de Sousa, Daniel Pinto (PMDB).

Conforme o parlamentar Mirim, até o momento, o prefeito não apresentou nenhum projeto de sustentação de Sousa junto a Câmara de Vereadores. “As reivindicações se encontram de todos nós vereadores, paralisadas, o Orçamento até agora, não se foi discutido em nada, e isso é um fato que nos preocupa muito, e até mesmo há dificuldade de se conversar com o secretário de planejamento para ele expor por quer o orçamento veio daquela forma”, afirmou Daniel.

Sem Crença

Outra questão apresentada pelo Líder da oposição, que a palavra do prefeito não é confiável. “O compromisso que o Prefeito tinha com as categorias de servidores efetivos do nosso Município, com a questão de um salário atrasado do mês de dezembro e a metade do 13º de 2008, o dinheiro do período de dezembro de 2008, ele caiu nas contas do Município no dia 02 de janeiro/2009, e quem tinha competência de pagar, era o atual gestor, ele não fez, ocasionou um enorme prejuízo a todos os funcionários efetivos. Desde Janeiro que tentamos abrir uma linha mais democrática possível de acesso e de comunicação com o prefeito, tivemos um pouco de felicidade com o antigo secretário de finanças, Carlinho de Deodato, mas depois da sua saída, tudo ficou entravado”, explica o Vereador Daniel.

Conforme as palavras do Vereador Daniel Pinto, hoje administração é um samba do crioulo doido, que não sabe pra onde vai, e que a bancada vai tomar um atitude de não votar o orçamento, caso não abra uma caixa de dialogo entre poderes legislativo e executivo. “Vamos tomar essa atitude, por que precisamos ouvir a população, e nós vereadores da oposição, temos que tomar as vezes atitudes enérgicas para podermos chegar ao bom senso, que tenta abranger da melhor maneira possível as comunidades carentes”, frisou.

Sem dialogo
Na visão do Vereador Líder da Oposição não existe dialogo entre os Poderes Constituídos sousense. “O dialogo no momento tem sido totalmente travado. Todos os acordos firmados entre a Câmara e o Prefeito, digo acordos, sempre pautados nas melhorias para as comunidades periféricas, eles não vêm sendo cumpridos pelo executivo. O prefeito vem fugindo a todos. Mesmo documentos assinados por ele, ele foge do compromisso, e isso demonstra a falta de atitude de que querer resolver, e isso nos causa preocupação, que nos mostra mais ainda, ser um gestor que quer administrar olhando para o seu umbigo, e não conversando com a comunidade, vereadores que aqui estão, e foram eleitos pela população que quer ser ouvida e atendida nos seus requerimentos”, finalizou.

A reportagem tentou durante a manhã de hoje manter contato com o Prefeito Fábio Tyrone para falar sob esse assunto, porém não foi encontrado.

Da Redação com Folhadosertao


/

Tags:

Recomendado para você pelo google

POSSÍVEL CANDIDATO

VÍDEO: Ex-prefeito de Cachoeira dos Índios revela quais os ‘vices dos sonhos’ para sua chapa em 2020

AVENIDA LOTADA

VÍDEO: Show de comunidade católica famosa em todo o Brasil reúne multidão em São José de Piranhas

PREFEITO DE MONTE HOREBE

VÍDEO: Marcos Eron admite querer a reeleição, nega distanciamento da vice e manda recado para oposição

FENÔMENO

VÍDEO: Menino cajazeirense impressiona com habilidade no teclado e por ter fabricado instrumento