header top bar

section content

Secretário de Administração de Cajazeiras nega afastamento do cargo

O Secretário de Administração de Cajazeiras, Wesley Gonçalves, em conversa na manhã desta quarta-feira, com a redação do Diário do Sertão, negou a sua saída do cargo municipal, divulgada na imprensa.

Por

28/10/2009 às 10h29

O Secretário de Administração de Cajazeiras, Wesley Gonçalves, em conversa na manhã desta quarta-feira, (28) com a redação do Diário do Sertão, negou a sua saída do cargo municipal, divulgada nesta terça-feira, (27) pela imprensa local.

Wesley afirmou não entender o boato e sobre sua possível saída, completou: “Eu não pedi, nem tão pouco o prefeito me falou qualquer coisa. Sou de uma secretaria que dá suporte as demais, por isso que tenho tanto destaque na imprensa. Estou tranqüilo, esta estória de que vou deixar a secretaria é conversa”. Disse o secretário.

Anúncio
O prefeito de Cajazeiras Léo Abreu, anunciou em uma rádio local no inicio do mês de outubro que ia fazer uma reforma administrativa em seu governo, coisa que até agora não aconteceu.

Especulação
Comenta-se que a irmã do Prefeito, a enfermeira Luciana Abreu que hoje assume a Nona Regional de Saúde deve assumi a secretária de saúde do município, com isso quem assumiria o cargo estadual seria a sua mãe Fátima Abreu.

Mudanças
Segundo alguns assessores do prefeito, as mudanças no quadro administrativo do município só deverão acontecer no próximo ano e passarão também por extinção, fusão e descentralização de algumas secretarias municipais.

Da redação do Diário do Sertão

Tags:
OS CIRENEUS DO CAMINHO

VÍDEO: Programa Mensagem de Esperança reflete sobre imunização espiritual e como lidar com adversários

'MENSAGEM DE FÉ'

VÍDEO: Padre apresenta programa especial na TV sobre a tradicional Festa de Dom Bosco em Cajazeiras

'OPINIÃO DO CIDADÃO'

VÍDEO: Em Cajazeiras, presidente da OAB-PB diz ser contra posse de arma: “Índices de mortes aumentam”

PROPRIEDADES EMBARGADAS

VÍDEO: Impedidos de plantar, agricultores de Cajazeiras acusam IBAMA de excessos na aplicação de multas